Curtas e Grossas

Nem Lula nem Bolsonaro. O melhor é ...

O povo não vota em branco por descaso ou desconhecimento, mas, ao contrário, vota por convicção.

José Ewerton Neto

 
 

Por que será que muita gente finge não saber que o melhor candidato a presidente, já existe e é, justamente, aquele para quem votamos em branco?

A maioria da população já sabe disso votando no presidente em branco.  O que esquecem de dizer na mídia, é que o  povo não vota em branco por descaso ou desconhecimento, mas, ao contrário, vota por convicção. Não está negando-se a apontar um eleito, mas, escolhendo um representante que é, de longe, o melhor de todos. Por que não permitem que ele tome posse se suas vantagens são óbvias?

1.Não é arrogante. O presidente em branco, além de não ter o ego super inflacionado (pelo menos dessa inflação ele está livre), possui vantagem ainda maior: não possui sequer ego. Calmo, não reage quando o chamam (com certa razão), de vazio, e jamais abriu a boca para xingar os adversários.

2.Não faz propaganda. O presidente em branco não precisa de marqueteiro, para se eleger. Certo do apoio popular ao seu passado, no mínimo, discreto, não provoca imundície nas ruas, nem estimula carreatas ou motociatas que torram a paciência do cidadão. Principalmente, evita participar de programas de TV talvez por perceber que seu melhor slogan está tão na cara que nem precisa propagar: “Se é para escolher um nada, escolha, pelo menos aquele que é legítimo”.

3. É honestíssimo. Embora a honestidade tenha caído de moda neste país, o presidente em branco é honestíssimo. É o único político do qual se pode dizer que tem a vida transparente. Não tem o rabo preso, até porque não tem rabo, muito menos onde enfiá-lo. A salvo de qualquer dossiê, não teme investigações, porque é o único candidato à prova de fake-news já que sua vida sempre foi um livro totalmente aberto e branco. 

4.É sábio. O presidente em branco é um presidente sábio. Nunca tem ideias o que, num país de ideias apavorantes já é uma grande ideia. 

5.Não morre. Isso é uma grande vantagem num pais sem leis, sem punição e sem memória. Dispensa segurança, portanto nunca levará facada ou tiro. Seus opositores podem argumentar que, se não morre, possui o inconveniente de não viver. Ora, pensem no enorme bem que poderá fazer pela nação um presidente que sempre valerá mais pelo que não fez, do que pelo que fez.  Outra vantagem é que o presidente em branco não terá primeira-dama. Outra, maior ainda, é que nem por isso será chamado de misógino.                                         

6. O presidente em branco não fala. É mudo e não por causa de decretos-leis, mas por possuir sabedoria suficiente para saber que qualquer silêncio por mais longo que possa parecer será sempre muito mais rico que o monte de baboseiras que saem da boca dos homens públicos deste país.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.