Transporte público

Vereador questiona descumprimento de lei que proíbe acúmulo de funções a motoristas

Charles dos Carrinhos utilizou a tribuna da Câmara para fazer denúncia; ele cobrou fiscalização sobre atividade.

Ronaldo Rocha / Ipolítica

Charles dos Carrinhos apontou descumprimento de lei municipal
Charles dos Carrinhos apontou descumprimento de lei municipal (Leonardo Mendonça / Agência Câmara)

SÃO LUÍS - O vereador Charles dos Carrinhos (PRTB) criticou na Câmara Municipal o descumprimento de lei aprovada na Casa - de autoria do colega de Parlamento, Umbelino Júnior -, que proíbe o acúmulo de função a motoristas na capital.

O posicionamento do parlamentar ocorreu depois de o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Marcelo Brito, ter anunciado a possibilidade de uma nova greve de ônibus em São Luís em decorrência do desrespeito à legislação por parte das empresas.

Motoristas estão sendo obrigados a acumular a função exercida por cobradores no sistema de transporte público da capital. Alguns ônibus em circulação em São Luís já estão adaptados, sem o assento destinado para o profissional cobrador. 

“Aproveito o Dia do Motorista para trazer o sentimento de revolta que temos visto pela certeza da impunidade por parte da classe empresarial do transporte público, que, mais uma vez, vai gerar uma nova greve, já que o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários anunciou na última semana que a lei que proíbe o acúmulo de funções não está sendo respeitada”, disse.

E completou: “Isso nos faz questionar se os poderes da nossa cidade estão sendo respeitados, porque a partir do momento que esta Casa aprova uma lei e ela não é cumprida, fica o sentimento de estarmos legislando para nada”, criticou.

Charles dos Carrinhos também cobrou fiscalização da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) e disse que vai propor requerimento para pautar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) sobre o tema.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.