Emocionante

Maranhense se emociona ao conquistar aposentadoria após anos de trabalho na roça e vídeo viraliza

O registro em vídeo mostra a emoção e reação da trabalhadora rural ao receber a boa notícia do advogado Alexandre Pereira.

Neto Cordeiro / Imirante.com

APICUM-AÇU – Após uma dura vida no interior do Maranhão, de sol a sol em plantações, como de feijão e arroz, uma mãe, negra, trabalhadora conquista uma vitória. A emoção de uma trabalhadora rural ao saber que conseguiu a aposentadoria foi registrada em vídeo e ganhou repercussão em todo o país após o advogado dela compartilhar em suas redes sociais. Ana Maria Mendes, de 55 anos, é do município de Apicum-Açu e já vinha tentando de diversas formas garantir o benefício.

Alexandre Araújo Pessoa Pereira foi o advogado responsável por dar andamento ao processo de dona Ana Maria. Ao receber a notícia do deferimento da aposentadoria, a trabalhadora rural não conseguiu segurar as lágrimas e se levantou para abraçar o advogado. 

Maranhense se emociona ao receber a notícia da aposentadoria. (Foto: Reprodução / Instagram)
Maranhense se emociona ao receber a notícia da aposentadoria. (Foto: Reprodução / Instagram)

No vídeo é possível ver que ele entrega uma sacola à cliente. “Era uma lembrança de presente de aniversário, pois semanas atrás antes do fato, tinha sido seu aniversário, e queria presentear com algo e claro, com a notícia da aprovação da sua sonhada aposentadoria”, relata Alexandre Pereira.
“Depois que recebi aquele abraço de gratidão, percebi que eu estava no caminho certo. Porque ela poderia ser só mais uma cliente, mas para ela, sou uma pessoa que contribuiu para mudar uma parcela da vida dela”, completa Alexandre.

A luta de dona Ana Maria pelo benefício

Ana Maria já tinha procurado o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, pois realizava contribuições mensais como lavradora, mas acabou se deparando com barreiras efetivar do pedido do benefício. A filha dela, que foi a única que terminou o Ensino Médio na família e atualmente cursa pedagogia, soube da luta da mãe por meio de uma prima. Ela indicou então o escritório do advogado em Apicum-Açu, por já tinha pleiteado o salário-maternidade com orientação do profissional. 

“[A filha] veio primeiro conversar comigo e explicar a situação da mãe dela. Foi quando aceitei o caso, faltando alguns documentos necessários exigidos pelo INSS, porque precisa comprovar no mínimo 15 anos de atividade rural e ter 55 anos de idade e, em seguida, protocolei o pedido de aposentadoria rural de forma administrativa no INSS”, explica o advogado.

Com as imagens do sistema de câmeras segurança, O advogado usou as imagens do sistema de segurança do escritório para contar sobre a história da trabalhadora rural. Dois sócios ainda incentivaram que ele divulgasse o caso. “Fiquei temeroso, porque poderia ser interpretado como publicidade, algo que o código de ética da OAB veda expressamente. Mas quando o vídeo viralizou, para minha surpresa, a grande maioria dos advogados do Maranhão e diversos Estados, estava me dando os parabéns pela atitude. Pois isso está contribuído diretamente para a advocacia como algo positivo e motivacional”, pontua Alexandre.

Ana Maria trabalhava no campo onde plantava feijão, mandioca, arroz, entre outros. Vivia também da produção de farinha, capina e outras atividades.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.