Eleições 2022

Madeira contesta acerto entre Weverton e Josimar: "Ainda em processo de decisão"

Secretário-chefe da Casa Civil do governo Brandão avaliou movimentos da oposição.

Gilberto Léda/ipolítica

Madeira concedeu entrevista ao Panorama, da Mirante AM
Madeira concedeu entrevista ao Panorama, da Mirante AM (Reprodução/YouTube)

SÃO LUÍS - O secretário-chefe da Casa Civil do governo Carlos Brandão (PSB), Sebastião Madeira, declarou nesta quinta-feira, 12, que “há controvérsias” de que o senador Weverton Rocha (PDT) tenha fechado algum acordo com o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) para as eleições deste ano.

“Ainda está em processo de decisão”, destacou, em entrevista ao programa Panorama, da Mirante AM.

Ele também comentou a formação de uma frente ampla pró-Roberto Rocha (PTB). Para Madeira, “falta liga” à coalizão. “Há controvérsias sobre a liga desse grupo. Eu tenho a impressão que, na primeira espatifada, é pedaço de grupo para todo lado”, disse.

2° turno - Madeira também comentou a disputa por um possível segundo turno na eleição para o Governo do Estado. Para o titular da Casa Civil, se houver, o segundo turno será entre Brandão e o pré-candidato do PSC, Lahesio Bonfim, em virtude da polarização da disputa entre o ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Porque é que o Weverton está faltando terra nos pés? Porque ele não é carne, nem peixe. Ele não é Bolsonaro porque a vida dele toda não condiz com isso, e não é Lula porque Lula não quis. Ele está num limbo. Se tiver segundo turno, é com o Lahesio”, comentou.

"

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.