Manobras radicais

Projeto de lei que cria espaços para a prática do "grau de moto" vai à sanção

Matéria de autoria da vereadora Silvana Noely foi aprovada no Legislativo Municipal e encaminhada para o prefeito Eduardo Braide.

Ronaldo Rocha / ipolítica

Grau de moto é a prática de manobras radicais com motocicletas
Grau de moto é a prática de manobras radicais com motocicletas (Divulgação)

SÃO LUÍS - Projeto de Lei 065/21 de autoria da vereadora Silvana Noely (PTB), que autoriza o Poder Executivo a criar espaço para práticas de Wheeling, o famoso "grau", no município de São Luís, foi à sanção do prefeito Eduardo Braide (Podemos).

 A matéria foi aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores e agora depende da sanção do Poder Executivo para poder entrar em vigor.

Com um espaço estabelecido pelo município para a prática do “grau”, motociclistas ficam isentos de eventuais infrações de trânsito.

Leia também: Eduardo Braide propõe reajuste de 8% para o servidor público

O “grau de moto” é a prática de fazer manobras radicais com motocicletas. Uma das principais manobras é a de empinar a moto, deixando a roda dianteira no alto enquanto se equilibra na traseira. 

É necessário, contudo, possuir habilitação e equipamentos de segurança, como capacetes.

Polêmica

No fim do ano passada a Comissão de Cultura da Câmara Federal realizou audiência pública para discutir a prática do “grau de moto” como atividade desportiva, de lazer e cultural em diferentes cidades do Brasil. 

A deputada Alê da Silva (PSL-MG) foi quem propôs o debate na Câmara. Ela defendeu a regularização da modalidade.

Na Câmara Municipal de São Luís, a matéria já foi aprovada.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.