Falta de pagamento

Trabalhadores da obra do Hospital da Ilha bloqueiam avenida de São Luís em protesto por salários atrasados

Trânsito foi bloqueado nos dois sentidos da avenida São Luís Rei de França, na manhã desta terça-feira (14).

Imirante.com

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h52

SÃO LUÍS – Trabalhadores da obra de construção do Hospital da Ilha, em São Luís, interditaram os dois sentidos da avenida São Luís Rei de França, na manhã desta terça-feira (14), em forma de protesto por salários atrasados. O trânsito na região ficou complicado, provocando grandes congestionamentos.

Procurada pelo Imirante.com, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) informou que não tem débitos com o consórcio responsável pelas obras do Hospital da Ilha. Ainda segundo a Sinfra, ao tomar conhecimento da situação, notificou a empresa responsável para a imediata regularização das obrigações trabalhistas e que abrirá um procedimento de apuração de responsabilidade.

Quem precisou passar pelo local teve que ter paciência, visto que os dois sentidos da via foram bloqueados pelos manifestantes.

Segundo a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), "para viabilizar o acesso pela via, destacou agentes para o local, que fizeram o desvio alternativo em um dos sentidos do fluxo de trânsito (Cohab-Olho d'Àgua) e no outro sentido da via, foi feita a intervenção junto aos manifestantes, a fim de que os mesmos facilitassem a passagem de veículos, evitando gerar interrupção ou maiores transtornos".

Hospital da Ilha

As obras do Hospital da Ilha, no bairro Turu, estão em fase final. Com 59 leitos de enfermaria, 36 leitos de Tratamento Intensivo (UTI), 19 leitos de Tratamento de Queimado (UTQ) e mais 33 leitos transitórios entregues na primeira etapa, a unidade hospitalar vai atender urgência e emergência na capital, além de contar com serviços de cirurgia, consultas e acompanhamento médico. Serão mais de 1 mil profissionais de diferentes atuações trabalhando juntos pela saúde do Maranhão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.