Empreendedorismo Feminino

Senac Maranhão tem transformado a trajetória de várias mulheres empreendedoras

Objetivo da instituição é oferecer qualificação profissional acessível para que as mulheres tenham a oportunidade de alcançar sucesso na área que escolheram

Imirante.com

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h05
(Divulgação)

O protagonismo feminino na hora de empreender é um movimento crescente, que impacta positivamente em diversos aspectos sociais e econômicos do Brasil. Segundo o Relatório Especial do Sebrae, em 2019, eram cerca de 9,3 milhões de mulheres donas dos seus próprios negócios no país, ou seja, elas correspondem a 34% desse mercado. Por outro lado, o Sebrae também aponta que o rendimento mensal médio das mulheres empreendedoras ainda é 22% menor que o dos homens.

No Dia do Empreendedorismo Feminino, celebrado nesta sexta-feira, 19 de novembro, é importante destacar que o empreendedorismo é uma excelente alternativa para trazer independência e autonomia feminina, mas não é uma jornada simples e igualitária. A disparidade entre os ganhos é um exemplo disso, assim como a motivação para iniciar o próprio negócio – segundo o Sebrae, as mulheres empreendem pela necessidade de ter outra fonte de renda ou para adquirir independência. Sendo assim, o Dia do Empreendedorismo Feminino foi estabelecido com a função de reforçar essa discussão e aumentar o protagonismo feminino na busca por oportunidades.

O Senac no Maranhão tem sido um forte aliado na trajetória de várias mulheres empreendedoras que enxergaram nos cursos de qualificação a oportunidade para direcionar suas carreiras e melhorar suas vidas.

Esse foi o caso da aluna egressa do Senac, Antônia Larissa Siqueira Campos, que após concluir o curso de Maquiador na instituição, conseguiu realizar o sonho de trabalhar na área e montar seu próprio estúdio. Atualmente, Antônia concorre ao título de melhor maquiadora da cidade de Pastos Bons, onde mora e trabalha. A maquiadora ainda aconselha quem deseja empreender e ter sucesso em um negócio, ressaltando que “é preciso ser humilde, reconhecer os erros, e lembrar que está tudo bem você não saber de tudo, basta baixar a guarda e aprender com quem sabe. ”.

Para a empreendedora Jaqueline de Fátima Mendonça, que realizou os cursos de Design de Sobrancelha e Básico de Depilação, o Senac foi um divisor de águas. “A gente nunca sabe de tudo, precisamos sempre estudar. Mas independente da área e classe social o xeque-mate é o Senac. Independente do curso ser pago ou não, ele te abre portas, te dá a rede e ensina a pescar”, afirmou. A depiladora é um exemplo de força de vontade e persistência, pois mesmo enfrentando dificuldades, continua seguindo seu sonho de empreender.

Anna Beatriz Gonçalves Silva, egressa do curso de Design de Sobrancelhas com Henna no Senac, viu no empreendedorismo uma maneira de mudar de vida e trabalhar com o que gosta. Ela acredita que a principal maneira de obter sucesso em um negócio é “ter profissionalismo, entender muito bem a técnica da área que atua e, principalmente, gostar do que está fazendo”.

As ex-alunas Antônia, Jaqueline e Anna Beatriz estão construindo sua jornada no empreendedorismo e enfrentando as dificuldades existentes com coragem e perseverança, buscando cada vez mais conhecimento para gerir seus negócios. O objetivo do Senac é oferecer a qualificação profissional acessível para que elas e as demais mulheres maranhenses tenham a oportunidade de alcançar a igualdade de direitos e o sucesso na área que escolheram.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.