Prisões

Policial e mais dois suspeitos de oferecer vantagens a detentos são presos em São Luís

Grupo facilitava a entrada de celulares dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas e influenciava nas saídas temporárias.

Imirante.com, com informações da Polícia Civil do Maranhão

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h01
Presos foram encaminhados ao Complexo de Pedrinhas.
Presos foram encaminhados ao Complexo de Pedrinhas. (Foto: Reprodução / Google Maps)

SÃO LUÍS - Uma operação da Polícia Civil do Maranhão foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (24), visando cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva contra investigados por participarem de uma associação criminosa que ofereceria vantagens para presos do sistema prisional de São Luís. Como resultado da ação policial, três pessoas foram presas em São Luís, entra elas, um policial penal.

Segundo as investigações da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), dois policiais penais e parentes de um deles teriam envolvimento em extorsões praticadas contra presos.

Segundo a polícia, um grupo obteve vantagens financeiras junto a presos para viabilizar a entrada de celulares dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, além de influenciarem nos processos de saídas temporárias indevidas. Segundo as investigações, o esquema criminosos se sustentou entre os anos de 2019 e 2021.

Além da prisão de um dos policiais penais, a Polícia Civil do Maranhão também prendeu duas pessoas que seriam parentes do mesmo e que integravam a quadrilha.

Após serem submetidos aos processos legais na Seccor, os presos serão encaminhados à Unidade Prisional de São Luís.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.