Precariedade

Fossa aberta cheia de esgoto é um perigo em escola da rede municipal no Maracanã

O problema foi relatado por uma mãe de aluno ao Imirante.com.

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h13

SÃO LUÍS – No bairro do Maracanã, os alunos de uma escola ficam expostos ao perigo na hora do recreio, do lanche ou de alguma atividade fora da sala de aula. É que no próprio terreno do colégio uma fossa séptica está descoberta, com o esgoto totalmente exposto, causando odor e oferecendo riscos de saúde e de acidente.

O problema é na Ueb Major José Augusto Mochel. A mãe de um aluno, Denize Fabiana, reclamou da situação. “As nossas crianças têm que aguentar o mau cheiro e o risco que tem. Pior que os banheiros não são adequados, então eu queria que vocês divulgasse esse vídeo aí pra ver se eles tomam uma providência o mais rápido possível”.

Veja a nota enviada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed):

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que já está tomando as providências necessárias para solucionar o problema existente na UEB Major José Augusto Mochel, no Maracanã. A Semed ressalta inclusive que, desde a quarta-feira (24), estão sendo realizados serviços no local.

Protesto

Um protesto de pais de alunos de outra escola da rede municipal interditou o trânsito na avenida dos Portugueses, na região do Anjo da Guarda, na manhã desta quarta-feira (24).

Eles reclamam que a Ueb Ministro Carlos Madeira deixou de funcionar devido às precariedades, e a Prefeitura de São Luís ainda não providenciou a reforma.

Os manifestantes bloquearam com galhos de árvores o lado da pista no sentido Centro ao bairro. O engarrafamento ficou longo, e policiais militares negociaram com os pais de forma pacífica. A via foi liberada por volta das 8h.

Em outra nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que a UEB Ministro Carlos Madeira está incluída no cronograma de requalificação e receberá uma ampla reforma em toda a sua estrutura.

Veja a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que a UEB Ministro Carlos Madeira está incluída no cronograma de requalificação e receberá uma ampla reforma em toda a sua estrutura. A Semed esclarece que já providenciou outro prédio em área próxima à escola que passará por adaptações para acolher às crianças de forma temporária, até que os reparos na infraestrutura da unidade escolar sejam concluídos. A Secretaria ressalta que mais de 160 unidades escolares já foram reformadas e mais de 1000 salas de aula foram climatizadas; e que a meta é, até o final da gestão, todas as escolas terem passado por reforma.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.