Projeto "Placa Legal"

Poluição visual: Blitz Urbana retira placas irregulares de São Luís

As apreensões incluem outdoors, placas em postes, cavaletes nas vias, panfletagem irregular, faixas de festas e demais engenhos publicitários.

Divulgação/Prefeitura de São Luís

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h20
A ação é realizada pela Semurh, por meio da Blitz Urbana, a qual está retirando outdoors instalados em locais considerados irregulares.
A ação é realizada pela Semurh, por meio da Blitz Urbana, a qual está retirando outdoors instalados em locais considerados irregulares. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Está sendo realizada, em São Luís, a operação Placa Legal, que visa combater a poluição visual em áreas públicas da capital maranhense. A ação é realizada pela Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (Semurh), por meio da Blitz Urbana, a qual está retirando outdoors instalados em locais considerados irregulares. Além disso, placas, faixas, cartazes e demais publicidades deste tipo que estiverem em desacordo com as normas, também são alvos da operação.

Segundo informações da Semurh, no último bimestre do ano passado, foram removidos mais de mil itens de ruas e avenidas da cidade. Ainda de acordo com o órgão, grande parte das publicidades espalhadas pelas vias da capital está irregular.

Antecedendo a operação Placa Legal, a Blitz Urbana realizou mapeamento dos locais irregularmente ocupados e orientou proprietários das empresas de publicidade. Segundo o órgão, a fiscalização é diária, com foco nas principais avenidas, áreas de grande fluxo de pessoas, terrenos sem muro; próximo de córregos, rios, mangues e pontes que são áreas proibidas. As empresas que descumprirem as normas insistindo na colocação das placas em espaço público terão o item retirado e apreendido. Os responsáveis pelas placas estão sujeitos a multas.

O diretor da Blizt Urbana, Joaquim Azambuja, disse que no início desta semana, as equipes de fiscalização estiveram nos bairros São Francisco, São Cristóvão, Alemanha e Cohatrac, onde foram retiradas quatro publicidades que estavam em áreas proibidas.

As apreensões incluem outdoors, placas em postes, cavaletes nas vias, panfletagem irregular, faixas de festas (que chegam a ser retiradas cerca de 400 por mês) e demais engenhos publicitários. "O objetivo é garantir o ordenamento urbano para desobstruir as áreas públicas impedindo a poluição visual, que estava avançando", reforça Azambuja.

As apreensões incluem outdoors, placas em postes, cavaletes nas vias, panfletagem irregular, faixas de festas e demais engenhos publicitários.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.