Perda

Governadora lamenta morte do coreógrafo Antonio Gaspar

'O MA e o Brasil perdem um grande artista', diz Roseana.

Imirante.com, com informações da Assessoria

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h55

SÃO LUÍS - A governadora Roseana Sarney ficou bastante consternada com a morte do bailarino e coreógrafo Antonio Gaspar, um dos maiores nomes da dança do Maranhão em todos os tempos, tendo integrado o Ballet do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. O bailarino morreu nesta quarta-feira (9), em São Luís.

“O Maranhão e o Brasil perdem um grande artista, que dedicou sua vida para levar ao público, com leveza e perfeição, os movimentos da dança”, declarou a governadora.

Roseana Sarney destacou que, mesmo tendo vivido por mais de 30 anos no Rio de Janeiro, Gaspar sempre esteve devotado às produções no Maranhão. Também ressaltou o trabalho realizado por ele nos cerca de 10 anos em que foi coreógrafo do corpo de baile do Teatro Arthur Azevedo.

“Gaspar vivenciou a maior obra de restauração já feita no Teatro Arthur Azevedo, que revitalizou a casa de espetáculos no final da década de 1990. Ao lado de Fernando Bicudo, participou da montagem de espetáculos memoráveis, como ‘O sonho de Catirina’, ‘Catirina’ e ‘O escravo’, de Carlos Gomes”, declarou a governadora Roseana, assinalando que Gaspar também compartilhou suas experiências como palestrante na Semana Maranhense de Dança, promovida pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.