Convenção do PSDB

Brandão chama Lula de “golpista”; Dutra, presidente do PT, não diz nada

Leia mais no blog de Décio Sá.

Blog de Décio Sá

- Atualizada em 27/03/2022 às 13h53

SÃO LUÍS - Durante o bate-boca que travou ontem com o presidente do PT, o superintendente do Incra, Raimundo Monteiro, disse que Domingos Dutra acabou com o partido. Segundo ele, até os telefones da sede da legenda em São Luís estão cortados por falta de pagamento.

Pior: Monteiro acusou Dutra de transformar o PT numa espécie de sublegenda do partido que mais atrapalha e ataca Lula no plano federal. “Ele acabou com o PT, que hoje é um apêndice do PSDB", disse o superintende do Incra à rádio.

Ontem, Dutra deu mais motivos para Monteiro continuar com suas críticas. Foi à convenção do PSDB onde discursou (foto) e elogiou os “companheiros tucanos”. Parabenizou o partido por estar fazendo uma transição pacífica de seu comando, coisa que como presidente do PT não conseguiu ou sequer tentou.

- O PSDB quer voltar para a presidência, mas não vai voltar. Aqui a gente (os deputados federais do PT e PSDB) briga só até chegar ao aeroporto de Brasília. Temos esse pacto - disse Dutra.

Parece que quem não sabe de tal pacto é o deputado federal Carlos Brandão. Momento antes da fala de Dutra, ela chamou o presidente Lula de “golpista” por se apoderar dos projetos sociais do PSDB, como o bolsa-escola.

Em sua fala, Dutra não se referiu às críticas de Brandão, que deixou o auditório após o seu discurso. Também pudera. Na semana passada, ele estava com os “companheiros tucanos” numa audiência com o governador Jackson Lago e o presidente da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba), Orlando Castro.

Leia mais no blog de Décio Sá.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.