Eleitores preparam-se para viajar para o interior

Eleições provocam aumento na procura por passagens para o interior nos terminais rodoviário e de ferry-boat.

O Estado do Maranhão

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h29

A menos de quatro dias para as eleições 2002, o movimento de passageiros nos principais pontos de entrada e saída de São Luís é crescente, visto que muitos têm domicílio eleitoral em outras cidades maranhenses. A expectativa dos proprietários de embarcações e de empresas de transporte rodoviário é que a venda de passagens obtenha um aumento de até 50%, a partir da próxima sexta-feira, dia 4 de outubro.

No Terminal Rodoviário de São Luís, já é possível perceber um número maior de pretensos viajantes nos guichês das empresas de transporte rodoviário. Para não ser pego de surpresa e perder a viajem, muitas pessoas já estão se deslocando para a rodoviária para comprar antecipadamente a passagem.

É o caso do balconista Magno Ramos, que esteve ontem pela manhã no terminal para comprar a passagem para São Benedito do Rio Preto, seu domicílio eleitoral. Depois de fazer um acordo com os patrões, ele viajará no próximo sábado e deve voltar na terça-feira. “Sempre que posso, viajo nas eleições para o interior. Como sei que o movimento cresce bastante neste período, vim comprar a minha passagem antecipadamente para garantir vaga”, destacou o eleitor.

A agente rodoviária Olinda Cardoso informou que nas duas últimas semanas muita gente tem ligado para a empresa Cisne Branco, onde trabalha, para obter informações sobre preço de passagens, itinerários e ônibus extras que podem ser colocados neste período. Os municípios mais procurados, segundo ela, são Humberto de Campos, Presidente Juscelino, Tuntum, Presidente Dutra e até Bacabeira.

Extra - Olinda Cardoso disse que, por enquanto, cresceu a procura por viagens em grupo, havendo pouca demanda para a individual. Por conta disso, a Cisne Branco já programou a colocação de mais oito ônibus extras, fazendo linha para Humberto de Campos, amanhã, 4 de outubro. No sábado, há a previsão de colocação de ônibus extra para Presidente Juscelino.

Já o bilheteiro Antônio Francisco Oliveira, da Transbrasiliana, iformou que, por enquanto, a empresa manterá a frota normal para o final de semana. “Vamos ver como o movimento se comportará nos próximos dias. Só então definiremos a colocação de ônibus extras”, assegurou. Entre outros itinerários, a empresa faz linha para Codó, Tutóia, Timbiras, Belém do Pará.

Na expectativa da colocação de ônibus extras estão os motoristas das empresas de transporte rodoviários. Ano passado, o cearense José Edísio Silva Oliveira, residente em São Luís há dois anos, teve que votar em trânsito. É que ele já havia transferido o seu título eleitoral para o Maranhão, mas teve que trabalhar no dia das eleições, por ironia, na capital cearense.

“Eu estou esperando sair a escala de plantão do domingo e se não forem colocados ônibus extras, tenho a esperança de não ser chamado e poder votar tranqüilamente. Mas, para falar a verdade, a maioria dos motoristas vota em trânsito”, informou Edísio Oliveira.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.