Susto

Santa Rita: homem faz reféns em micro-ônibus após ter surto psicótico

De acordo com a polícia, o homem, que estava armado com uma faca, começou a ameaçar os passageiros e os fez de reféns.

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h01
Ainda de acordo com a polícia, nenhum passageiro do micro-ônibus ficou ferido.
Ainda de acordo com a polícia, nenhum passageiro do micro-ônibus ficou ferido. (Foto: Divulgação)

SANTA RITA - Na manhã desta segunda-feira (30), um homem foi detido após ter um surto psicótico dentro de um micro-ônibus, na cidade de Santa Rita. De acordo com a polícia, o homem, que estava armado com uma faca, começou a ameaçar os passageiros e os fez de reféns.

Segundo testemunhas, o homem entrou no veículo armado com uma faca e, desde a cidade de Viana, ele estava anunciando que, quando chegasse em Pedrinhas, faria algo contra os passageiros.

“O micro-ônibus se deslocava no sentido Viana até São Luís, quando já próximo de Santa Rita, o indivíduo de posse de uma faca de tamanho grande iniciou ameaças aos passageiros que estavam no micro-ônibus. O motorista parou, em frente a rua da companhia de Polícia Militar e acionou a PM para intervir”, explicou o tenente-coronel Renato, comandante do 27º BPM sediado em Rosário.

Quando chegou na cidade de Santa Rita, o motorista do micro-ônibus acionou a polícia, que tentou conter o homem, que fez os ocupantes do veículo como refém.

De acordo com o tenente-coronel Renato, a polícia fez uma negociação com o homem, que levou um tiro de borracha na mão, para poder ser contido.

“Nós tivemos êxito nessa negociação, todos os passageiros desceram sem nenhum ferimento, ninguém foi ferido. Ficamos somente nós e eles no micro-ônibus. Os policiais continuaram com a negociação para ele largasse a faca e se rendesse. Em determinado momento ele partiu para cima dos policiais, para os agredir com a faca. Foi necessário efetuar um disparo de elastômero (bala de borracha), que atingiu a mão do cidadão e ele soltou a faca imediatamente e foi imobilizado”, relatou o tenente-coronel.

Após ser detido, o homem foi levado para o hospital de Santa Rita, onde foi constatado pela equipe médica que ele tinha problemas mentais. Diante do estado de saúde mental, o homem foi levado para o hospital psiquiátrico Nina Rodrigues, em São Luís.

Ouça a entrevista que o tenente-coronel Renato deu para o Imirante.com falando sobre o caso:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.