Perda

Produtor de festa de reggae é baleado durante assalto, e morre em São Luís

Luís Cândido Soares Martins, o "Luzico", foi baleado durante assalto, no último domingo.

Pedro Sobrinho / Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 12h04

SÃO LUÍS - O produtor e gerente das Radiolas de Reggae Itamaraty, Luís Cândido Soares Martins, morreu por volta das 20h30 desta segunda-feira (26), no Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão II. Segundo informações, "Luzico" foi baleado durante tentativa de assalto no povoado Providência, no último domingo (25(). Ele saiu de uma festa de reggae na cidade de Rosário(MA), no veículo Siena Branco, de placas NNE - 6965, conduzido por Manoel de Assunção Silva Cutrim, quando foi abordado por dois homens armados em uma moto. Eles teriam se aproximado do veículo em que Luzico estava. O garupa teria efetuado vários disparos contra o carro em que a vítima estava.

Luzico foi atingido na altura do tórax. Na ocasião, o taxista também foi baleado na perna. Luzico foi trazido em estado grave para São Luís. Por volta das 20h30, desta segunda-feira, o produtor cultural morreu, após sofrer uma parada cardíaca.

Familiares e amigos estão abalados com a perda. O deputado federal Pinto Itamaraty, com quem Luzico trabalhou por muitos anos, está inconformado. Luzico foi proprietário do bar Toque de Amor, especializado em reggae, localizado na Ponta D´Areia. O estabelecimento fez sucesso na década de 80, em São Luís.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.