Aedes aegypti

Ribamar Fiquene se pronuncia sobre reclamação de prédio desativado

A Prefeitura dá sua versão sobre reclamação de prédio desativado.

Imirante Imperatriz

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h33
Água parada foi motivo de reclamação e prefeitura responde.
Água parada foi motivo de reclamação e prefeitura responde. (Foto enviada por internauta)

RIBAMAR FIQUENE – A Prefeitura de Ribamar Fiquene enviou nota para explicar sobre a reclamação de estudantes quanto aos riscos da proliferação do mosquito Aedes aegypti em razão de água parada acumulada e lixo num prédio onde funcionou o Destacamento da Polícia Militar. A assessoria de imprensa diz que o prédio será demolido em breve.

Ainda, conforme a nota, o município desconhece qualquer reclamação de estudantes e moradores sobre o problema.

Também consta, que estudantes vêm fazendo ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti na cidade e foi solicitada à Secretaria de Estado da Saúde um carro fumacê para incrementar ainda mais o trabalho de combate a dengue no município.

Veja, a íntegra da nota:

Com relação à reportagem feita pelo Imirante.com dando conta que o prédio onde funcionou o Destacamento da Policia Militar está oferecendo risco de proliferação do mosquito, a Prefeitura INFORMA o seguinte: O prédio está sendo demolido para dá lugar a uma rua que está sendo aberta ligando as ruas João Boueres (BR 010) com Liberato Rocha (centro da cidade), facilitando ao cesso de pessoas e veículos, e desconhece qualquer reclamação feita por estudantes da escola Cecília Meireles que fica próximo ao local, bem como, não há em nenhum órgão do município, qualquer reclamação feita por moradores.

A Prefeitura de Ribamar Fiquene, por meio da Secretaria de Saúde, já solicitou ao Governo do Estado, um carro fumacê para incrementar, ainda, mais o trabalho de combate à dengue no município. Nas escolas são feitas palestras para estudantes e pais sobre o assunto.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.