Em Ribamar Fiquene

Lixo e água parada em prédio ameaçam saúde da população em Ribamar Fiquene

Vizinhos do prédio abandonado onde há lixo e água parada reclamam do problema.

Imirante Imperatriz

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h33
Água parada em caixa foi encontrada em prédio abandonado em Ribamar Fiquene.
Água parada em caixa foi encontrada em prédio abandonado em Ribamar Fiquene. (Foto enviada por internauta)

RIBAMAR FIRQUENE – O lixo e água parada acumulados nas instalações de um prédio onde funcionou o destacamento da Polícia Militar em Ribamar Fiquene, são ambientes propícios para criatórios do mosquito Aedes aegypti.

Moradores vizinhos do local e estudantes de uma escola próxima querem temem pela proliferação do mosquito transmissor da Dengue, Zika e a Chikungunya.

O prédio abandonado fica na avenida João Boeris, Centro, e o problema existe há meses virou motivo de reclamação de vizinhos do local, principalmente após as constantes campanhas nacionais que incentivam a prevenção e o combate ao Aedes aegypti.

De acordo com o que foi levantado pela reportagem do Imirante Imperatriz, na pacata cidade de Ribamar Fiquene o poder público não realiza campanha de prevenção e combate ao mosquito.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.