Sentença

Tribunal do Júri condena dois homens por homicídio em Penalva

Foram condenados Thalisson Marcos Marques Bastos, a 17 anos e Jeferson Batista Ferreira Barros, a 16 anos.

Imirante.com, com informações do MP-MA

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h15
Os condenados deverão cumprir a pena em regime inicialmente fechado, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
Os condenados deverão cumprir a pena em regime inicialmente fechado, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. ( Foto: Reprodução / Internet)

PENALVA - Aconteceram, nos dias 12 e 13 de dezembro, duas sessões do Tribunal do Júri em Penalva. Foram condenados Thalisson Marcos Marques Bastos e Jeferson Batista Ferreira Barros. Atuou nos júris o promotor de justiça Rogernilson Ericeira Chaves.

Leia também:

Ex-presidente da Câmara é condenado por peculato

Homem acusado pela morte do pai é condenado a 17 anos de prisão

No primeiro julgamento, Thalisson Bastos foi condenado a 17 anos e oito meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e surpresa). A pena deverá ser cumprida no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. O réu foi julgado por ter matado o próprio pai, além de ter atentado contra a vida do irmão. O crime ocorreu em 3 de setembro de 2016.

A segunda seção do Tribunal do Júri levou à condenação de Jeferson Barros a 16 anos de reclusão, também por homicídio qualificado por motivo fútil. A vítima foi um tio do réu, assassinado em 22 de maio de 2018, com um tiro de espingarda.

Jeferson Barros também deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.