Violência contra a mulher

Homem é preso suspeito de agredir e manter em cárcere ex-namorada em condomínio da Grande São Luís

Segundo a Polícia Militar, suspeito ainda quebrou diversos objetos de dentro do apartamento onde a vítima estava.

Imirante.com, com informações da PMMA

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h42
Suspeito foi preso e encaminhado para a Casa da Mulher Brasileira. (Foto: Divulgação / PMMA)
Suspeito foi preso e encaminhado para a Casa da Mulher Brasileira. (Foto: Divulgação / PMMA)

PAÇO DO LUMIAR – Um homem foi preso pela Polícia Militar suspeito de agredir e manter em situação de cárcere privado a ex-namorada, em um condomínio próximo à MA-201, nessa segunda-feira (3), em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís.

Leia também:

Homem é preso por chantagear e estuprar mulheres em Santa Inês​

Ávine Vinny, cantor do hit 'Coração Cachorro', é preso suspeito de ameaçar a ex-mulher

Após o recebimento de denúncia, via Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), uma equipe do 22º Batalhão da Polícia Militar se deslocou até o condomínio e constatou a veracidade da informação. Segundo os militares, a vítima foi brutalmente agredida pelo suspeito, que quebrou diversos objetos do apartamento.

A polícia informou que, diante da situação, deu voz de prisão ao suspeito. Ele foi conduzido e apresentado na Casa da Mulher Brasileira, no bairro Jaracati, em São Luís, para as providências cabíveis ao caso.

Medida protetiva para mulheres vítimas de violência

Foi lançado, no dia 1º de dezembro, um sistema que permitirá mulheres vítimas de violência doméstica e familiar formularem pedido on-line de medida protetiva no termo judiciário de São Luís. As medidas protetivas são ordens judiciais concedidas com a finalidade de proteger uma pessoa que esteja em situação de risco, perigo ou vulnerabilidade.

O sistema está disponível no Portal do Judiciário do Maranhão, por meio do endereço eletrônico: medidasprotetivas.tjma.jus.br. A iniciativa é da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Maranhão, presidida pelo desembargador Cleones Cunha.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.