Mundo

Israel retoma bombardeio na Faixa de Gaza

Diversos ataques foram dirigidos contra território palestino.

Agência Lusa

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h52

GAZA - Aviões israelenses retomaram hoje (15) o bombardeio na Faixa de Gaza, após uma trégua de seis horas, em consequência da rejeição do cessar-fogo pelo movimento palestino Hamas. Diversos ataques foram dirigidos contra o território palestino, em particular, a cidade de Khan Yunis e o bairro de Zeitun, no leste da cidade de Gaza.

Poucos minutos antes do início dos novos ataques, o porta-voz do Exército, Peter Lerner, disse em sua conta no Twitter que os bombardeios iriam recomeçar. “Após seis horas de disparos cegos de mísseis sobre Israel, as forças de defesa retomaram suas atividades operacionais contra o Hamas.”

Uma fonte governamental disse que “o primeiro-ministro [Benjamin Netanyahu] e o ministro da Defesa [Moshe Yaalon] decidiram agir com firmeza contra alvos terroristas em Gaza”, após o Hamas e a Jihad Islâmica “terem rejeitado a proposta egípcia para um cessar-fogo e disparado dezenas de mísseis sobre Israel”.

Antes, o governo israelense informava ter aceitado uma iniciativa de cessar-fogo proposta pelo Egito e que previa uma trégua, após uma semana de bombardeios em Gaza. O Hamas, que controla o território palestino, rejeitou a iniciativa egípcia.

Os ataques israelenses sobre o território palestinos já deixaram cerca de 200 mortos e 1,3 mil feridos em oito dias, na maioria, civis.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.