Em Monção

Mãe queima o filho com ferro para marcar gado e é presa

Durante o seu depoimento, a mulher confessou que cometeu os maus-tratos porque o adolescente havia furtado um pendrive dela.

Imirante.com*

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h14
No momento de raiva, ela decidiu queimar as costas do adolescente.
No momento de raiva, ela decidiu queimar as costas do adolescente. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

MONÇÃO - Um mulher, de 52 anos, cuja a identidade não foi divulgada, foi presa nesse fim de semana no Povoado Santa Rita, que fica localizado no município de Monção, a 244 km da capital maranhense, após queimar o filho, um adolescente de 16 anos, com um ferro para marcar gado.

Durante o seu depoimento, a mãe confessou que cometeu os maus-tratos porque o adolescente havia furtado um pendrive dela. A mulher revelou que ele usaria o dinheiro da venda do pendrive para pagar uma tatuagem nas costas dele.

No momento de raiva, ela decidiu queimar as costas do adolescente, que também foi agredido fisicamente pela genitora. O caso já foi entregue para o Conselho Tutelar que deve encaminhar para o Juizado da Infância e Juventude.

*Com informações da TV Mirante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.