Poucas chuvas

Nugeo alerta para redução de chuvas no fim de 2023 no Maranhão

Especialistas atribuem o calor excepcional ao fenômeno El Niño.

Imirante, com informações da Uema

- Atualizada em 05/12/2023 às 07h06
Não há projeções claras sobre o retorno à normalidade do período chuvoso.
Não há projeções claras sobre o retorno à normalidade do período chuvoso. (Foto: Paulo Soares/Grupo Mirante)

MARANHÃO - As últimas semanas deste ano de 2023 deverão ser de altas temperaturas em todo o Brasil, especialmente no Nordeste, com termômetros acima de 24ºC. As informações são do Núcleo Geoambiental da Uema (Nugeo).

O meteorologista Hallan Cerqueira alerta para poucas chuvas no sul do Maranhão devido ao El Niño, prejudicando a agricultura.

“Já estamos com um déficit significativo no sul do Maranhão por conta do fenômeno de El Niño, onde, por exemplo, a agricultura já está sendo prejudicada, porque geralmente é nessa época do ano que os agricultores começam os primeiros plantios e as chuvas estão abaixo da média normal, justamente em função do El Niño”, explica o meteorologista.

Especialistas atribuem o calor excepcional ao fenômeno El Niño, aquecendo o oceano Pacífico e impactando nas chuvas e temperaturas em diferentes partes do Brasil. Quanto a previsão de retorno à normalidade do período chuvoso, não há projeções claras, tornando desafiadora qualquer previsão precisa devido às influências do El Niño.

O Núcleo Geoambiental da Uema (Nugeo) é o único centro formador de recursos humanos, gerador e disseminador de informações e conhecimentos técnico científicos de geoprocessamento, meteorologia e recursos hídricos do Maranhão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.