Podcast

Imicast: a relação entre a "decretação" e o "tribunal do crime" nas facções

O jornalista e pesquisador Nelson Melo apresenta o podcast Guerra Urbana.

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h04
(Foto: divulgação)

SÃO LUÍS - Comumente, ouvimos ou lemos sobre o termo “tribunal do crime” nos noticiários ou na conversa cotidiana. Esse assunto já virou até coloquial em virtude da frequência dos comentários. Mas o que poucas pessoas sabem é que, nesse universo enigmático, há um aspecto pouco debatido: a “decretação”. O que significa? No contexto das facções criminosas, quando alguém é “decretado” isso representa o anúncio da morte.

A “decretação” pode ocorrer devido a vários motivos, como, por exemplo, a prática de roubos/furtos nas comunidades e o repasse de informações à polícia. Os casos são diversos. Na capital maranhense, todas as facções utilizam essa rotina de punição, que pode ser branda ou severa. São questões delicadas, mas geram um efeito dominó nos bairros.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.