Investigação

Preso suspeito de participar de assassinato e de uma tentativa de homicídio em Itinga do Maranhão

Investigado foi preso no bairro São Sebastião; com ele os policiais recuperaram um celular que seria fruto de furto.

Imirante.com, com informações da Polícia Civil

celular apreendido com o suspeito.
celular apreendido com o suspeito. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

ITINGA DO MARANHÃO - Um homem, suspeito de participar de um homicídio qualificado e de uma tentativa de homicídio, foi preso pela Polícia Civil do Maranhão, na tarde dessa quarta-feira (27), em Itinga do Maranhão, cidade distante 615 km de São Luís. A prisão do investigado foi em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

De acordo com a a Polícia Civil, o homem é suspeito de envolvimento em um homicídio, que teve como vítima Lucas Garcês Pereira. O crime foi registrado na noite de 21 de dezembro de 2019, em frente a um clube de Itinga do Maranhão. O homem também é suspeito de participar, no mesmo dia da morte da vítima, de uma tentativa de homicídio contra o irmão de Lucas Garcês.

Outros três suspeitos de envolvimento nos crimes já haviam sido presos, em cumprimento a mandados de prisão, no decorrer das investigações da Polícia Civil. O homem preso nessa quarta-feira, que era o quarto suspeito de participação nos crimes, ainda não havia sido localizado e era considerado foragido.

Durante as investigações, os policiais civis foram informados que o suspeito estaria de volta ao município. No início da tarde de quarta-feira (28), os policiais conseguiram localizar o homem conduzindo uma motocicleta no bairro São Sebastião, ele foi abordado e preso pela equipe da Polícia Civil.

Na delegacia, os policiais civis descobriram que o celular apreendido em poder do suspeito, seria produto de furto. Além do cumprimento ao mandado de prisão, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) em desfavor do suspeito, pelo crime de receptação culposa.

O homem foi encaminhado à Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Açailândia, onde permanecerá a disposição da Justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.