Tráfico de drogas

Polícia prende casal e volta a fechar ponto de venda de drogas em Itinga do Maranhão

"Boca de fuma" já havia sido fechada durante operação realizada pela Polícia Civil no dia 3 de dezembro do ano passado.

Imirante, com informações da PC-MA

Prisão, em flagrante, foi efetuada pela Polícia Civil.
Prisão, em flagrante, foi efetuada pela Polícia Civil. (Foto: Divulgação / Polícia Civil do Maranhão.)

ITINGA DO MARANHÃO - Um casal foi preso, em flagrante, na tarde dessa terça-feira (29), durante uma ação policial de repressão ao crime de tráfico de drogas no município de Itinga do Maranhão. Os autuados já haviam sidos presos anteriormente pelo crime de tráfico de drogas. O homem havia recebido alvará de soltura no dia 9 de maio e estava utilizando tornozeleira eletrônica.

A Delegacia de Polícia Civil de Itinga vinha realizando o monitoramento de um imóvel localizado na rua Roraima, no bairro São Sebastião, que funcionava como “boca de fumo” e havia sido fechada durante operação realizada pela Polícia Civil no dia 3 de dezembro do ano passado, no entanto foi verificado que outras pessoas estariam vendendo entorpecentes no local.

Após investigação, foi representado judicialmente pela decretação de busca e apreensão no imóvel suspeito, que foi deferido pelo Poder Judiciário. Nessa terça-feira, policiais civis do Maranhão e Pará , deram cumprimento ao mandado judicial, ocasião em que apreenderam 59 porções de substâncias semelhantes à maconha, prontas para venda, uma porção de substância esverdeada prensada do mesmo entorpecente, além de tubos plásticos transparentes, usados para enrolar a droga, três celulares, dinheiro e folhas com anotações de valores.

Na ocasião, o homem negou que soubesse da existência do entorpecente, já sua companheira assumiu ser proprietária da droga e declarou que se destinava ao seu consumo próprio. Ele foi levado à Unidade Prisional de Ressocialização de Açailândia, já a mulher foi encaminhada à Unidade Prisional de Davinópolis, onde permanecerão à disposição da justiça.

O trabalho policial foi realizado pela Delegacia de Polícia de Itinga do Maranhão, em conjunto com a 9ª Delegacia Regional de Açailândia, o Grupo de Pronto Emprego (GPE) da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz e Polícia Civil do Estado do Pará, por intermédio da Delegacia de Polícia de Dom Eliseu.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.