Mandados de prisão

Acusados de assassinar empresário de Imperatriz são presos 17 anos depois

Os acusados foram presos em duas cidades do Rio de Janeiro.

Imirante Imperatriz

- Atualizada em 08/12/2022 às 16h29
O proprietário das Empresas Nova Simão, Transbico e Expresso Araguatins foi morto com quatro tiros quando chegava em sua residência.
O proprietário das Empresas Nova Simão, Transbico e Expresso Araguatins foi morto com quatro tiros quando chegava em sua residência. ( Foto: Reprodução / Imirante.com)

IMPERATRIZ - A Polícia Civil cumpriu dois mandados de prisão expedidos em nome dos acusados de assassinar um empresário de Imperatriz no ano de 2005. O proprietário das Empresas Nova Simão, Transbico e Expresso Araguatins foi morto com quatro tiros quando chegava em sua residência, ao estacionar veículo, sem chance de defesa. 

Segundo a polícia, o acusado de efetuar os disparos se aproximou da janela do veículo e contou com a ajuda de pelo menos mais dois comparsas, que aguardavam em um carro para a fuga. Um já havia sido preso.

De acordo com as investigações a morte do empresário teria sido encomendada por um sócio da vítima na época, que achava que estaria sendo enganado quanto à divisão dos lucros.

A investigação constatou que os autores do crime estavam residindo no Rio de Janeiro, nas cidades de Barra do Piraí e Itaboraí. A Polícia Civil do Maranhão solicitou apoio operacional às equipes do Estado do Rio de Janeiro e conseguiu êxito na prisão dos acusados, que agora estão à disposição da justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.