Estelionato

Polícia deflagra operação contra fraudes eletrônicas em Imperatriz

Duas pessoas foram presas em flagrante com maconha prensada.

Tátyna Viana/Imirante Imperatriz

Duas pessoas foram conduzidos em flagrante.
Duas pessoas foram conduzidos em flagrante. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

IMPERATRIZ - A Polícia Civil de São Domingos, com apoio da delegacia de Presidente Dutra e Imperatriz, por meio do Grupo de Pronto Emprego, deflagrou nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (4) a primeira parte da Operação Callidus. 

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão na casa de dois suspeitos de integrarem a organização criminosa em Imperatriz, investigada por crimes de estelionato por meio de fraudes eletrônicas. 

Na casa de um dos suspeitos foram apreendidos 27 kg de maconha prensada e objetos eletrônicos que serão periciados. A polícia descobriu que o investigado já tinha passagem por tráfico, receptação e porte de arma de fogo. Ele e mais uma pessoa foram conduzidos em flagrante com a droga e apresentados no Plantão Central.

De acordo com o delegado que comanda a operação, os golpes resultam em transferências bancárias indevidas para a conta de criminosos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.