Investigação

VÍDEO: adolescente pula de carro em movimento após ser ameaçada por motorista de aplicativo em Imperatriz

As agressões verbais aconteceram após a adolescente ter errado a forma de pagamento da corrida.

Imirante.com/ TV Mirante

- Atualizada em 02/06/2022 às 18h04

IMPERATRIZ - Uma adolescente, de 16 anos, pulou de um veículo que presta serviço de transporte por aplicativo após ser ameaçada pelo motorista por causa de um problema no pagamento da corrida. O caso aconteceu nessa segunda-feira (30), em Imperatriz, cidade distante 639 km de São Luís.

De acordo com a adolescente, a situação aconteceu quando ela ia para a escola onde estuda. Em dado momento, o motorista do veículo começou a proferir palavrões contra a vítima e ameaçou agredi-la fisicamente.

Toda a cena foi registrada por câmeras de segurança. Mesmo após ter pulado do veículo, a vítima sofreu apenas ferimentos leves e foi socorrida por outros motoristas que passavam pelo local no momento.

Em depoimento prestado na Delegacia de Proteção da Criança e do Adolescente (DPCA) do município, a adolescente relatou que havia errado a forma de pagamento da corrida.

“Ela percebeu que tinha feito o pedido através do seu cartão de forma errônea e para não cancelar a chamada, ela aguardou a chegada do Uber. Assim que o motorista chegou, ela pediu para que ele aguardasse enquanto utilizava o wi-fi para fazer a mudança da forma de pagamento da corrida. Nesse momento, o motorista informou a ela que não precisaria, porque tinha internet e roteava do seu celular. Em certo momento, ele não conseguiu rotear a internet e passou a proferir palavras ofensivas contra a garota, a chamando de caloteira e coisas do tipo”, disse o Fairlano Aires, delegado da DPCA.

Ainda de acordo com Fairlano Aires, após ameaçar a jovem, o motorista de aplicativo desviou da rota a ser seguida. Quando ele entrou em uma rua que não estava no trajeto, a adolescente se desesperou e pulou do carro.

"Ele mencionou que era uma pena não estar armado com um revólver na hora, porque senão ela veria como é que se faz com esse tipo de pessoa. Em seguida ele vira uma rua e sai da rota em direção ao colégio. Nisso ela não pensou duas vezes, abriu a porta e pulou do carro”, relatou.
O motorista do veículo já foi intimado a prestar depoimento e poderá responder pelos crimes de injúria, lesão corporal e ameaça.

Em nota, a Uber informou que não foi possível verificar o caso porque, até o momento, não teriam sido fornecidas à empresa informações suficientes para checar se a ocorrência mencionada se deu em viagem com o aplicativo da empresa. A Uber completou afirmando que se coloca à disposição para colaborar com as autoridades no curso das investigações.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.