Programa de alfabetização é apresentado ao Ministro da Educação

O Programa Sem Fronteiras criado em 2001, em Caxias, visa atender cerca de 50 mil adultos.

imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h24

Município do Maranhão quer erradicar analfabetismo

O deputado federal Paulo Marinho (PFL/MA) apresentou nesta quarta-feira, 22, ao ministro da Educação, Cristovam Buarque, em Brasília, a experiência de alfabetização de adultos desenvolvida no município de Caxias (MA).

Marinho disse que a prefeitura está pronta para integrar a campanha de erradicação do analfabetismo lançada pelo ministro. "Caxias quer ser parceira do MEC nessa tarefa", disse o deputado.

O Programa Sem Fronteiras reúne, desde 2001, todas as ações de alfabetização do município para enfrentar o desafio de ensinar a ler e escrever, até 2004, cerca de 50 mil adultos analfabetos.

De acordo com Paulo Marinho, em 2001 e 2002 o Sem Fronteiras alfabetizou seis mil pessoas. O programa treinou os professores da rede pública que recebem uma ajuda de custo fixa e um adicional por adulto alfabetizado.

O levantamento do número de analfabetos foi feito junto aos alunos das escolas públicas de ensino fundamental e nos cadastros das famílias do Bolsa-Escola, cartão do SUS e programa de distribuição de leite.

Hoje a prefeitura oferece alfabetização em cerca de 100 locais, entre escolas rurais e urbanas, igrejas, terreiros e galpões. A duração do curso é de dez meses e, segundo Paulo Marinho, o aluno deixa a escola sabendo ler e escrever, fazendo as quatro operações matemáticas e para obter o certificado tem que fazer uma redação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.