10º Solve For Tomorrow Brasil

Estudantes do Maranhão são premiados em programa nacional de inovação em São Paulo

Os estudantes são das cidades de Penalva e Tutóia; eles conquistam o 2º e 3º lugar na 10ª edição do Solve For Tomorrow Brasil, realizado pela Samsung.

Anne Cascaes / Enviada especial

- Atualizada em 28/11/2023 às 12h28
Entre as 10 equipes finalistas, duas são do Maranhão e conquistaram o 2º e 3º lugar no pódio. (Foto: Anne Cascaes / Imirante.com)
Entre as 10 equipes finalistas, duas são do Maranhão e conquistaram o 2º e 3º lugar no pódio. (Foto: Anne Cascaes / Imirante.com)

SÃO PAULO - A Samsung divulgou, na manhã desta terça-feira (28), os projetos vencedores da 10ª edição do Solve For Tomorrow Brasil.  O programa global de cidadania corporativa da marca é conhecido por estimular estudantes e professores da rede pública de ensino a criarem soluções inovadoras para demandas reais da sociedade, utilizando a abordagem STEM (sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

A cerimônia de premiação realizada nesta terça foi transmitida ao vivo pelo canal oficial do Solve For Tomorrow no YouTube, e teve entre os ganhadores duas equipes do Maranhão, das cidades de Penalva e Tutóia.

Finalistas

Foram 10 finalistas ao todo, sendo seis do Nordeste e dois do Maranhão. Todas as equipes participantes são de escolas públicas do Brasil e estiveram presentes na cerimônia de premiação realizada no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo. 

Os projetos premiados foram selecionados por uma banca julgadora composta por representantes da Samsung e do Cenpec, além  de especialistas de universidades e profissionais atuantes nas áreas de educação, ciências e tecnologia, e membros da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (OEI), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil), da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEDUC), da ONG Todos pela Educação e do Colégio Bandeirantes.

Em primeiro lugar, eles selecionaram a equipe de alunos do Instituto Federal de Rondônia – Campus Porto Velho Calama Nano, em Porto Velho, com o projeto NanoFotoCream: antioxidante, fotoprotetor com ação repelente, para ocupar a primeira posição entre os ganhadores da edição.

Em segundo e terceiro lugar estão os projetos maranhenses: Produção de Biogás e biofertilizante: alternativa sustentável na comunidade e Produção de Combustível Sólido de Alto Rendimento com Cascas de Coco e Serragem.

“O nosso projeto já existia, mas com o decorrer do evento e da mentoria proporcionada pela organização, o projeto avançou além do grau de inovação que ele já tinha. Em Tutóia tem muito coco, e esse coco é largamente consumido pelos turistas. Mas, o descarte das cascas é que fez com que nós pensássemos em um modo de aproveitar esse resíduo, tanto que esse não é o único projeto da escola que aborda o aproveitamento das cascas de coco. Porém, esse foi o projeto que se destacou com esse aproveitamento de forma que chegasse até a final do Solve For Tomorrow”, explica o professor Lute Rafael, que orientou estudantes do Iema de Tutóia que levaram o 3º lugar da premiação.

Estudantes de Tutóia levaram o terceiro lugar da premiação com projeto que aproveita resíduos de coco para a criação de combustível sólido. (Foto: Anne Cascaes / Imirante.com)
Estudantes de Tutóia levaram o terceiro lugar da premiação com projeto que aproveita resíduos de coco para a criação de combustível sólido. (Foto: Anne Cascaes / Imirante.com)

Já a equipe de estudantes e professores de Penalva, que ocupou o 2º lugar no pódio do evento, compartilhou a importância da iniciativa para o desenvolvimento social. “A nossa ideia partiu de problemáticas que a gente vê e percebe todo dia nas nossas comunidades e no planeta em si. E a partir disso a gente conseguiu trazer para a sala de aula essa mentalidade e produzir esse projeto incrível com os nossos protagonistas, que são os nossos alunos. E o resultado é esse aqui, que foi muito significativo hoje ganhar o 2º lugar”, conta o professor Giovani Santos.

Estudantes de Penalva ganharam em segundo lugar com o desenvolvimento de projeto que desenvolve biogás e fertilizante. (Foto: Anne Cascaes / Imirante.com)
Estudantes de Penalva ganharam em segundo lugar com o desenvolvimento de projeto que desenvolve biogás e fertilizante. (Foto: Anne Cascaes / Imirante.com)

A banca julgadora ainda atribuiu aos alunos da Escola Estadual Angelo Scarabucci, em Franca (SP), a menção honrosa pelo projeto Silêncio consciente: alunos autistas e os ruídos em sala de aula, devido ao potencial transformador do protótipo diante da inclusão social de alunos autistas. A situação problema foi identificada a partir de um conselho de classe estudantil, impactando a comunidade escolar.

Na categoria de Júri Popular, que ficou com a votação aberta entre os dias 16 e 26 de novembro, os projetos ganhadores na 10ª edição do Solve For Tomorrow foram os seguintes: projeto Biofábrica sustentável: produção de bioinsumos agrícolas, desenvolvido pela equipe do Instituto Federal do Espírito Santo do Campus Vila Velha; projeto PectiVitalis: Revestimento Sustentável Anti-Desperdício para Frutos, criado pelos alunos da escola Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Marconi Coelho Reis, em Cascavel (CE), e o projeto SPP Sustentável: reciclando no Potengi, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte no Campus de São Paulo do Potengi (RN).

“Os projetos apresentados no Solve For Tomorrow Brasil sempre nos impressionam. Estamos muito contentes com os resultados dessa 10ª edição que, com certeza, marcou história no Brasil”, afirma Anna Karina Pinto, diretora de Marketing Corporativo da Samsung Brasil. “Em todos esses anos de atuação no país, o Solve For Tomorrow continua contribuindo para o avanço do sistema educacional no Brasil, bem como para o desenvolvimento dos alunos envolvidos na iniciativa. A Samsung entende a importância de estimular o avanço da educação por meio da tecnologia e da inovação, e isso faz parte da nossa visão global de cidadania corporativa, ‘Together for Tomorrow! Enabling People’”.

Os Vencedores Nacionais da edição ganharam um projetor da Samsung para cada escola, bem como um troféu, placa comemorativa e selo digital. Além disso, a escola responsável pelo projeto nacional em 1º lugar foi premiada com três notebooks da Samsung. Ainda sobre a premiação dos Vencedores Nacionais, a equipe que ocupou a primeira posição foi contemplada com um smartphone Samsung, uma Smart TV Samsung e um fone de ouvido para cada aluno da equipe. A equipe que ficou em 2º lugar foi premiada com um notebook Samsung e uma Smart TV da marca para cada aluno. Já o time que ficou em 3º lugar levou um smartwatch e uma Smart TV Samsung para cada aluno.

Os alunos e professores vencedores pelo Júri Popular foram contemplados com um fone de ouvido sem fio da Samsung. E suas escolas foram premiadas com um projetor da marca e um troféu do programa. Além disso, todos os estudantes finalistas receberam um tablet Samsung, enquanto os professores orientadores e parceiros das 10 equipes finalistas foram premiados com um notebook da marca.

Sobre o Solve For Tomorrow

O Solve For Tomorrow está no Brasil desde 2014 e, na edição atual, tem uma programação diversa composta por webinars, workshops e mentorias para ajudar os participantes a alcançarem seus objetivos aplicando possíveis melhorias a seus projetos. No total, a iniciativa já envolveu 173 mil estudantes, mais de 36 mil professores, e mais de 6.600 mil escolas públicas. E, em 2023, registrou um aumento de 50,92% no número de alunos inscritos, em comparação ao ano anterior. Clique aqui para conhecer os dez finalistas da edição.

A edição brasileira do Solve For Tomorrow conta com uma rede de parceiros, como a representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil), da Rede Latino-Americana pela Educação (Reduca) e da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (OEI), além do apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a coordenação geral do Cenpec.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.