Na Paraíba

Homem é internado após ingerir remédio para disfunção erétil em excesso e ter três dias de ereção

O homem fez o uso de vários comprimidos de sildenafila 50mg de uma vez, e teve uma ereção intensa que perdurou por três dias.

Imirante.com, com informações do g1

- Atualizada em 16/10/2023 às 14h55
Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.
Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

PARAÍBA - Um homem de 46 anos foi internado, nesse domingo (15), no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa após ingerir altas doses de remédio para disfunção erétil e ter tido ereção contínua por três dias. O homem recebeu alta hospitalar na madrugada desta segunda (16).

O homem fez o uso de vários comprimidos de sildenafila 50mg de uma vez, e teve uma ereção intensa que perdurou por três dias, quando resolveu procurar ajuda médica. No Trauma, o paciente relatou dor intensa no pênis e passou por um procedimento urológico de drenagem do órgão genital com punção na base do pênis.

De acordo com o médico urologista André Brasileiro, o sildenafila é um medicamento seguro, mas deve ser administrado com cautela e prescrição médica.

“O sildenafila, nome químico do Viagra, é um medicamento seguro, porém, como todo fármaco, precisa ser usado sob orientação médica. Existe um mau hábito por parte da população na automedicação e uma situação dessas é consequência disso”, disse o médico urologista.

Pelo uso excessivo de comprimidos estimulante sexual, o urologista explica que o homem teve um priapismo de baixo fluxo induzido por medicação. Ainda de acordo com o médico urologista, o baixo fluxo causa uma ereção dolorosa por que o sangue não retorna à circulação, permanecendo no pênis, causando dores.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.