Golpe?

Michel Temer reage a ataques de Lula no Uruguai

Ex-presidente fez publicação nas redes sociais.

Ipolítica

Temer assumiu governo após impeachment de Dilma
Temer assumiu governo após impeachment de Dilma (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil )

SÃO PAULO - O ex-presidente Michel Temer (MDB) reagiu nesta quarta-feira (25) a uma fala do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que o chamou de golpista em discurso durante participação em evento com o presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou.

O petista falava sobre o início do seu novo governo e afirmou que herdou um país “semidestruído” e que as políticas sociais dos governos petistas foram destruídas pelos últimos 2 presidentes.

Em publicação no Instagram, Temer - que assumiu o governo após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) - disse que o petista insiste “em manter os pés no palanque”.

“Mesmo tendo vencido as eleições para cuidar do futuro do Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece insistir em manter os pés no palanque e os olhos no retrovisor, agora tentando reescrever a história por meio de narrativas ideológicas. Ao contrário do que ele disse hoje em evento internacional, o país não foi vítima de golpe algum. Foi na verdade aplicada a pena prevista para quem infringe a Constituição”, destacou.

O ex-presidente também comentou declaração de Lula sobre a suposta destruição de iniciativas petistas no curto governo do emedebista.

“E sobre ele ter dito que destruí as iniciativas petistas em apenas dois anos e meio de governo, é verdade: destruí um PIB negativo de 5% para positivo de 1,8%; inflação de dois dígitos para 2,75%; juros de 14,25 para 6,5%; queda do desemprego ao longo do tempo de 13% para 8% graças a reforma trabalhista; recuperação da Petrobras e demais estatais graças a Lei das Estatais; destruí a Bolsa de Valores que cresceu de 45 mil pontos para 85 mil pontos. Cometi a destruição de elevar o recorde na produção de grãos, nas exportações e na balança comercial. Como se vê, com a nossa chegada ao governo o Brasil não sofreu um golpe institucional, foi sim “vítima” de um Golpe de Sorte. Recomendo ao presidente Lula que governe olhando para a frente, defendendo a verdade, praticando a harmonia e pregando a paz”, completou.

Desde a semana passada a gestão petista trabalha a tese de golpe ao se referir ao impeachment da ex-presidente.

Por conta disso, o governo já foi denunciado ao Ministério Público Federal (MPF) por classificar o episódio desta forma. A classificação já foi feita na página da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), órgão oficial de comunicação do governo federal. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.