Ministério da Defesa

Lula garante continuidade de José Múcio e diz "Confio nele"

Ministro foi criticado por defender solução pacífica para acampamentos bolsonaristas e invasão em Brasília.

Ipolitica

- Atualizada em 12/01/2023 às 16h15
Lula garante José Múcio como ministro da Defesa
Lula garante José Múcio como ministro da Defesa (Reprodução)

BRASÍLIA - Nesta quinta-feira, durante café da manhã com jornalistas, o presidente Lula confirmou que o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, permanecerá no cargo e tem a sua confiança. No momento que foi questionado sobre a permanência de Múcio, o político afirmou que não pode trocar ministro sempre que algum deles cometer um erro.

José Múcio vem sendo criticado desde que defendeu uma solução pacífica  para crise envolvendo os acampamentos em frente a quartéis quando bolsonaristas reivindicavam ação das Forças Armadas para impedir Lula de governar. Para muitos os atos terroristas ocorreram em Brasília no último domingo, tem ligação direta com os mesmos acampamentos pelo País.

Quem coloca ministro e tira ministro é o presidente da República. O José Múcio foi eu que trouxe para cá e ele vai continuar sendo meu ministro porque eu confio nele, é um companheiro da minha relação histórica, tenho o mais profundo respeito por ele — respondeu o presidente, ao ser perguntado sobre a permanência do ministro.

Dentre as atribuições de José Múcio está justamente fazer a interlocução do governo Lula com os militares, num ambiente de polarização política das forças, que contam com setores próximos ao ex-presidente Jair Bolsonaro, essa função se torna cada vez mais desafiadora. Por isso Lula escolheu José Múcio para a pasta da Defesa justamente por ser considerado um político de perfil moderado e conciliador.

Na terça-feira (10), diante de especulações sobre a permanência dele no governo, Múcio afirmou que ficará no cargo. Para o ministro da Defesa, "é hora de juntar os responsáveis para combater os irresponsáveis". Ele também defendeu que o momento é de criar "estabilidade para o nosso presidente governar".


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.