Ação

Partido de Bolsonaro deve pedir anulação das eleições

PL usará dados de duas auditorias sobre urnas e alegará, ainda, parcialidade do TSE.

Ipolítica

Bolsonaro tem mantido silêncio após derrota no pleito.
Bolsonaro tem mantido silêncio após derrota no pleito. (Reprodução / Twitter)

BRASÍLIA - O Partido Liberal (PL), sigla do presidente Jair Bolsonaro, deve pedir a anulação das eleições deste ano ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a anulação das eleições de 2022.

A informação é do site O Antagonista.

Segundo o portal, uma ação está sendo finalizada com dados de duas auditorias sobre urnas. A legenda também deve alegar parcialidade da Corte Eleitoral.

Um dos relatórios de fiscalização, diz a publicação, conclui não ser “possível validar os resultados gerados em todas as urnas eletrônicas de modelos 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015”.

“O documento é assinado por Carlos Rocha, presidente do Instituto Voto Legal (IVL); seu vice Márcio Abreu, engenheiro eletrônico, e o membro associado Flávio Gottardo de Oliveira, engenheiro aeronáutico, ambos formados no Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA). Eles partem da premissa de mau funcionamento das urnas eletrônicas antigas. Segundo eles, estudos estatísticos teriam identificado ‘’interferência indevida nos percentuais de votação dos candidatos'", diz O Antagonista.

Após as eleições, Bolsonaro falou apenas duas vezes: num pronunciamento no Palácio da Alvorada e, um dia depois, em live nas redes sociais. Depois disso, adotou o silêncio como estratégia.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.