Apuração

Foi um deputado, e não o STF, que entrou com notícia-crime contra ministro da Defesa

A acusação falsa foi feita por meio do Twitter.

Projeto Comprova

Tuíte que acusa o Supremo Tribunal Federal (STF) de “desafiar de vez as Forças Armadas”.
Tuíte que acusa o Supremo Tribunal Federal (STF) de “desafiar de vez as Forças Armadas”. (Foto: tuíte)

É enganoso tuíte que alega que o Supremo Tribunal Federal (STF) “desafiou” as Forças Armadas pelo fato de o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, se tornar alvo de uma notícia-crime no tribunal no contexto do relatório de auditoria das urnas feito pela pasta. A ação no STF é real, mas foi movida pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO). A petição foi distribuída, no dia 11 de novembro, ao ministro André Mendonça, e está pendente de decisão.

Conteúdo investigado: Tuíte que acusa o Supremo Tribunal Federal (STF) de “desafiar de vez as Forças Armadas”, porque o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, se tornou alvo de uma notícia-crime no tribunal devido ao relatório de auditoria das urnas feito pela pasta.

Onde foi publicado: Twitter.

Conclusão do Comprova: Tuíte engana ao atribuir ao STF a apresentação de uma notícia-crime contra o ministro Paulo Sérgio Nogueira. A ação está no STF, mas é de autoria do deputado federal Elias Vaz (PSB-GO), datada do dia 10 de novembro, como noticiaram o UOL e o Diário do Centro do Mundo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.