Investigação

Corpo encontrado em entulhos no Mato Grosso pode ser de jovem maranhense desaparecido em fevereiro deste ano

O cadáver foi encontrado nessa quinta-feira (9); polícia civil suspeita que corpo seja do maranhense João Felipe, de 23 anos.

Imirante, com informações do G1

- Atualizada em 10/06/2022 às 11h28
João Felipe dos Santos foi sequestrado, torturado e morto.
João Felipe dos Santos foi sequestrado, torturado e morto. (reprodução)

BRASIL - A polícia civil investiga se um corpo encontrado nessa quinta-feira (9) em Mato Grosso é do maranhense de 23 anos identificado como João Felipe dos Santos Bogea, desaparecido desde fevereiro deste ano. 

De acordo com informações policiais, João Felipe dos Santos foi sequestrado, torturado e morto, e os investigadores ainda estavam em busca do corpo do jovem. Ontem (9), as buscas foram intensificadas com apoio de cães farejadores do Corpo de Bombeiros e equipes da prefeitura de Jauru, cidade onde o corpo foi encontrado. 

Após algumas horas de buscas, os restos mortais da vítima foram localizados em um depósito de entulhos da cidade. O local foi isolado para o trabalho da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). 

Os materiais coletados serão encaminhados à perícia forense para o confronto de material genético e confirmação da identidade da vítima. Segundo o delegado Antônio Carlos Pinzan Junior, o inquérito policial será finalizado nos próximos dias e encaminhado à Justiça com cópia ao Ministério Público Estadual.

Os envolvidos no crime deverão ser indiciados por tortura, homicídio qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menores e organização criminosa.

Desaparecimento

João Felipe era natural do Maranhão e estava trabalhando em uma empresa na cidade de Jauru. Ele estava desaparecido desde o dia 6 de fevereiro, quando um grupo de pessoas o sequestrou no alojamento da empresa.

Prisão

No último domingo (5), cinco pessoas foram presas, e dois adolescentes foram apreendidos suspeitos de participação no crime.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.