Mudanças

BC terá que aprovar indicações para dirigentes de bancos estatais

Ainda não há definição de quando a medida será oficializada pelo governo.

Imirante.com, com informações da Agência Brasil

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h19
Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.
Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. (José Cruz / Agência Brasil)

BRASÍLIA - A nomeação de dirigentes de bancos públicos federais terá que passar por aprovação do Banco Central (BC). Segundo o Ministério da Fazenda, a nomeação será feita com base em critérios técnicos. Ainda não há definição de quando a medida será oficializada pelo governo.

A medida foi discutida na manhã de domingo (25) entre o presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Atualmente, há indicações políticas para dirigentes da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil, do Banco do Nordeste e do Banco da Amazônia.

Desde 2016, outras companhias controladas pelo governo seguem as regras da Lei das Estatais, que estabelece regras para a nomeação de dirigentes e integrantes do conselho de administração de empresas estatais. A lei proíbe que pessoas com atuação partidária ou que estejam em cargos políticos ocupem postos de direção das estatais.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.