Falta d'água

Após mais de 48h, servidores do Dsei são libertados por indígenas no Maranhão

Índios impediam três funcionários de ir e vir depois de um impasse por falta d''agua na comunidade.

Imirante.com, com informações da TV Mirante

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h16
Índios reclamavam da falta d''água.
Índios reclamavam da falta d''água. (Foto: Bruno Guajajara)

BOM JARDIM - Os três funcionários do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei-MA) que tinham sido detidos, durante mais de 48 horas, por indígenas de uma aldeia situada no município de Bom Jardim, já foram liberados.

Os índios da aldeia Taboca, na região Pindaré, impediam os servidores de ir e vir depois de um impasse relacionamento à falta d'agua na comunidade.

Leia também:

Indígenas detêm servidores do Dsei após problema no abastecimento de água

Indígenas de, pelo menos, duas aldeias reclamavam da falta de água nas localidades há vários dias. Os funcionários do Dsei-MA, responsáveis pelo saneamento, foram acionados para atender ao pedido dos índios a fim de solucionar o problema do abastecimento. Eles foram, então, à região retirar a bomba d'água para ser consertada.

No entanto, os indígenas apreenderam o carro e prenderam os três servidores porque não queriam a bomba antiga. Eles exigiam uma nova bomba.

O Dsei-MA trabalha para resolver os problemas do abastecimento de água nas aldeias.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.