Tentativa de homicídio

Quilombola e criança de 10 anos são baleados em Arari

O crime aconteceu no povoado Cedro; no ano passado, dois quilombolas foram assassinados na mesma localidade.

Imirante.com

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h42
O crime aconteceu na comunidade quilombola Cedro, em Arari
O crime aconteceu na comunidade quilombola Cedro, em Arari (Arte: Imirante.com)

ARARI - O quilombola José Francisco Lopes Rodrigues, de 55 anos, e a sua neta, de 10 anos, foram vítimas de tentativa de homicídio durante a noite de segunda-feira (3) na comunidade Cedro, localizada na zona rural de Arari, município distante 168 km de São Luís.

Segundo a polícia, os criminosos invadiram essa localidade portando uma arma de fabricação caseira. O quilombola foi baleado nas costelas. Já a criança, sofreu lesões na perna esquerda. Os dois foram levados, primeiramente, para o hospital da cidade.

Ainda de acordo com a polícia, José Lopes, em razão da gravidade dos ferimentos, na manhã de terça-feira (4), teve que ser transferido para um hospital na capital maranhense e deve ser submetido a tratamento cirúrgico.

Investigação

O caso é investigado pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de Arari, e testemunhas já foram ouvidas. No dia 5 de janeiro do ano passado, a polícia registrou dois casos de assassinatos nessa comunidade quilombola. As vítimas foram pai e filho, identificados como Celino Fernandes e Wanderson de Jesus Rodrigues Fernandes. De acordo com a polícia, eles foram mortos a tiros na frente da família por pistoleiros.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.