Justiça

Juiz nega pedido de liberdade a assaltante dos Correios

Divulgação/CGJ-MA

- Atualizada em 27/03/2022 às 12h00

ARARI - O juiz Gladiston Luis Nascimento Cutrim, titular da Comarca de Arari, negou o pedido de liberdade feito por um homem acusado de ter participado de assalto à agencia dos Correios da cidade. De acordo com o inquérito, Leônidas Carvalho Campelo e mais dois homens teriam cometido o delito no início deste mês, dia 7. A defesa do acusado alega que ele teria apenas conduzido a caminhonete utilizada no assalto.

Leônidas e mais dois elementos teriam sequestrado uma empresária do município de Matinha (a 222 km da capital), na manhã da quinta-feira (7), levando a caminhonete dela. Em seguida, seguiram em direção ao município de Arari, onde assaltaram a agência dos Correios. Leônidas Carvalho foi capturado pela polícia da cidade de Santa Inês após cometimento de assalto.

De acordo com Gladiston Cutrim, ainda estão presentes os requisitos autorizadores da prisão preventiva. “Analisando o modo de operar dos indiciado, observa-se certa ousadia e organização na execução das condutas, consubstanciada numa clara divisão de tarefas no intuito de lograr êxito na empreitada criminosa, sendo necessário a presença do Estado para coibir a multiplicação de fatos como este", destacou o magistrado ao negar o pedido de liberdade.

Ainda de acordo com informações da polícia, os indiciados foram presos em flagrante em uma barreira policial montada próximo ao município de Santa Inês. Segundo auto de apreensão foram recuperados uma quantia no valor de R$ 749, três aparelhos celulares, uma câmera da marca SONY, uma aliança, um veículo modelo HILUX de cor prata (placa NXL – 3791), um carregador marca SONY e dois fones de ouvido.

“Não obstante o simples fato de o paciente possuir condições pessoais favoráveis não lhe garanta o direito à liberdade provisória, tais qualidades devem ser devidamente valoradas quando não restarem demonstrados os requisitos justificadores da prisão preventiva”, finalizou Gladiston Cutrim.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.