Festival

Segunda edição da Festa da Música no Maranhão é marcada com programação especial

Show será exibido neste domingo (27), às 17h, no canal do YouTube da Festa da Música MA.
Na Mira / assessoria23/12/2020 às 07h58
Segunda edição da Festa da Música no Maranhão é marcada com programação especialAdriana Bosaipo é uma das atrações da FMM. (Foto: divulgação / FMM)

SÃO LUÍS - Um encontro que celebra a diversidade e o legado da nossa música. A Festa da Música no Maranhão (FMM) nasceu da necessidade de integrar e fortalecer a cena musical no Maranhão. O projeto, que teve a sua primeira edição realizada em 2019, traz uma programação plural que contempla shows, oficinas, workshops, feira musical, lançamentos e a noite celebrativa do “Prêmio Papete”. O evento se destaca por promover um resgate histórico e reconhecer quem fez e faz a música acontecer no Estado.

Em 2020, por conta da pandemia, a coordenação do projeto desmembrou a programação em duas etapas. A primeira traz o tema: “Sustentabilidade Musical”, uma experiência diferente que estabelece uma conexão perfeita entre música e meio ambiente, em um lugar mágico e encantador. Foram dois dias de gravação no Estaleiro Escola, que fica localizado no Sítio Tamancão. A equipe seguiu todo o protocolo de cuidados sanitários. Foram realizadas duas oficinas: “Fabricação de Eco Instrumentos Musicais” com o instrutor Ricardo Wayland (professor de música e luthier) e “Ritmos Afros Maranhenses” com o mestre do grupo Afro Akomabu, Eliezer Gomes. Participaram crianças e jovens das comunidades entorno do Estaleiro Escola.

O show especial da segunda edição da FMM foi gravado no segundo dia, e reuniu grandes artistas de diferentes gerações e vertentes musicais, a exemplo de Flávia Bittencourt, Ribinha de Maracanã, Josias Sobrinho, Emanuel Jesus, Rosa Reis, Tiago Máci, Tom Cleber, Adriana Bosaipo, Paolo Ravley, Adnon Soares, banda Raiz Tribal, banda Afro Akomabu, e a participação da Banda Filarmônica do Estaleiro Escola.

A banda contou com os músicos Elder Ferreira (arranjos, direção e trombone), Israel Dantas (violão e guitarra), Wesley Sousa (teclado), Carlos Raqueth (baixo), Daniel Cavalcante (trompete), Danilo Santos (Flauta, clarineta, saxofone soprano e tenor) e Ronald Nascimento (bateria). A jornalista Dalva Rêgo conduziu de forma dinâmica a apresentação do evento.

O show que será exibido neste domingo, dia 27, às 17h, pelo canal do YouTube da Festa da Música MA, foi realizado pela Interart Produção Criativa, por meio da Lei Aldir Blanc, Secma/Governo do Maranhão.

Para o cantor, compositor e produtor da FMM, Emanuel Jesus, que assina a direção geral, o resultado dessa primeira etapa da programação surpreendeu a todos. “Depois do sucesso da primeira edição, essa foi uma experiência diferente de tudo que já participei e produzi. Em um momento desafiador para todos nós, queremos dizer que a música sustenta e transforma vidas! O público mais uma vez vai conferir o resultado de um trabalho coletivo que mostra toda força e beleza da nossa arte. Acreditamos em dias melhores e na força transformadora da nossa música!”

O cantor e compositor Paolo Ravley, artista desta nova geração que reside atualmente em Paris, destacou a satisfação em participar da Festa da Música no Maranhão. “Além de uma honra, é pra mim uma porta de acesso ao público maranhense, uma reconexão com meu estado e minha cultura, num momento em que estou voltado inteiramente pra o público local e nacional. É um evento que representa a resiliência da cultura regional frente à crise global que vivenciamos atualmente. Além disso, o repertório de artistas foi mais que diverso. Houve uma verdadeira simbiose entre artistas e entre esses e os músicos. É uma amostra da força da música maranhense, seja ela tradicional ou “atual”.

FMM - “Prêmio Papete” – Na rota dos projetos culturais do país

A segunda etapa da FMM que traz o “Prêmio Papete” entra na rota dos projetos culturais do país. A proposta foi contemplada na “1ª Chamada Vale de Patrocínios Culturais”, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e será realizada em 2021. A curadoria do prêmio é formada por grandes nomes do cenário musical e cultural, a exemplo do maestro Zé Américo Bastos, Josias Sobrinho (cantor e compositor), Gilberto Mineiro (Jornalista, radialista, pesquisador musical e diretor do Teatro João do Vale) e Pedro Sobrinho (Jornalista, radialista e pesquisador musical). Gisele Paiva, produtora cultural e viúva de Papete compõe a equipe como convidada de honra. Toda a programação com as novidades da segunda etapa do projeto será divulgada nas redes sociais da FMM.

Josias Sobrinho destaca que a FMM é um momento de muita importância para que trabalha com essa arte e todos os que fazem parte desse universo de comunicação e sociabilidade. “Estar incluído nesta edição como curador e artista é por demais relevante para com todo o mais que tenha realizado ao longo desse tempo dedicado a música e à produção cultural. Só grato pelo convite e estou muito contente com a participação”.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.