Do Maranhão para o mundo

Artista plástico maranhense usa carvão como matéria-prima e expõe obras no Brasil afora

"Eu acho que eu já nasci artista e não sabia", diz Uendell Rocha, maranhense natural de São José de Ribamar que tem expandido sua arte para fora do país.
Paulo Pontes/Na Mira16/12/2020 às 18h16
Uendell Rocha carvão como matéria-prima para produzir suas obras. (Foto: Arquivo Pessoal)

SÃO LUÍS - Uendell Rocha é um artista plástico, natural de São José de Ribamar, região metropolitana de São Luís. O maranhense de 47 anos, tem uma longa trajetória no mundo da arte, através de suas telas pintadas com carvão.

As obras de Uendell possuem uma sensibilidade única. Com tons de cinza do carvão, o artista consegue transformar suas obras desenhadas em um tom neutro, em cores surreais, inventadas por quem observa.

Questionado sobre quando soube que gostaria de ser artista plástico, Uendell Rocha conta que seu talento é de berço. "Eu acho que eu já nasci artista e não sabia, já nasci desenhando", diz. "Sempre desenhei com carvão, sempre gostei de fazer parte do grupo de teatro, de participar dos concursos de desenho, sempre gostei da arte em geral, música, circo", completa o artista.

(Foto: Paulo Pontes / Imirante.com)

Uendell Rocha relata que não vive da arte, e sim, sobrevive dela. "É um universo bem diferente do que as pessoas veem de fora, pensam que trabalhar com arte é um glamour, é uma farra, festa sempre, vivendo bem, tranquilo, viagens, sem preocupação. Trabalhar com arte é bem complicado, tem que gostar e saber se garantir no que faz para conseguir viver disso", conta.

O artista plástico foi bombeiro militar durante oito anos. No fim dos anos 90, Uendell iniciou sua carreira na arte. Em 1999, ele fez sua primeira exposição profissional, onde teve como protagonista o trabalho intitulado "Mulheres de Carvão".

"Eu sempre usei materiais naturais, carvão, tijolo, giz, mas foi na minha primeira exposição que eu comecei a trabalhar só com carvão, a desenhar com carvão em telas, isso no finalzinho dos anos 90", relembra Uendell, que na época ainda estava no Corpo de Bombeiros.

(Foto: Paulo Pontes / Imirante.com)

Agora, em 2020, Uendell Rocha iria para Paris, na França. Devido a pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o artista plástico teve que adiar sua ida para o país. Ele faria uma exposição na Galerie Montmartre.

Durante esses anos, Uendell não se limitou ao Maranhão. O artista esteve em diversas partes do país, além de permanecer com obras sendo expostas em cidades, como Olinda (PE) e Rio de Janeiro (RJ). Fora do Brasil, o artista plástico segue expandindo seu trabalho, ele já esteve em alguns países, como Suíça e Portugal.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Uendell Rocha ainda tem muito trabalho pela frente. O artista plástico permanece com uma lista de projetos envolvendo suas telas. Agora, o maranhense está mais presente nas mídias sociais e pretende expandir ainda mais sua arte.

Acompanhe Uendell Rocha nas redes sociais:

Instagram: @uendellrochasantos

Facebook: Uendell Rocha

WhatsApp: (98) 98544-4265

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.