Aberta ao público

UFMA abre exposição "Máscaras de Fofão" nesta sexta-feira (7)

Aberta ao público, a mostra reunirá peças feitas por alunos da oficina ministrada pela artista visual Marlene Barros.
Na Mira, com informações da Assessoria 05/02/2020 às 15h14
UFMA abre exposição "Máscaras de Fofão" nesta sexta-feira (7) Exposição "Máscaras de Fofão". (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - 50 máscaras artesanais de fofão estarão em exposição nessa sexta-feira (07), às 19h, na Galeria Antônio Almeida do Palacete Gentil Braga (rua Grande, 782 – Centro), em São Luís (MA). Aberta ao público, a mostra reunirá peças feitas por alunos da oficina ministrada pela artista visual Marlene Barros. A exposição ficará aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Saiba mais em www.cultura.ufma.br.

Antes da abertura haverá um cortejo carnavalesco realizado pelo Sesc, com a participação do Blocão do Fofão e o Bloco do Cabeção da Dac. Animados pela Banda Blocão do Fofão, o cortejo sairá às 17h da concentração, no Sesc Deodoro, seguindo pela rua Grande e retornando pela mesma. Em seguida os fofões e foliões participarão da inauguração oficial da exposição, às 19h, divertindo-se em um baile dos antigos carnavais de rua.

Resgate Cultural

A exposição é uma realização da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), via Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec). A promoção é da Diretoria de Assuntos Culturais (Dac). A mostra tem apoio institucional da Superintendência de Comunicação e Eventos da Ufma e Fundação Josué Montello. A diretora da Dac e coordenadora da mostra, Li-Chang Shuen Sousa, afirmou que a Ufma está sempre atenta às demandas da nossa cultura.

Papel Machê

“Fomentar a exposição e oficina de confecção de máscaras artesanais de fofão ajuda a manter viva essa tradição do nosso carnaval de rua”, disse Li-Chang Shuen Cristina Silva Sousa. A artista visual Marlene Barros destacou que “a realização dessa oficina e exposição resgatam a figura do fofão, personagem importante do nosso carnaval”, disse Marlene Barros. “Propicia ainda aos alunos a oportunidade de realizarem suas próprias máscaras e aprenderem a técnica do papel machê. Uma técnica simples, mas que abre um leque de possibilidades para sua utilização em vários outros trabalhos”, complementou Marlene Barros.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.