São João 2019

Boi de Morros e Barrica agitaram a sexta-feira no Arraial da Maria Aragão

Quem também se apresentou na festança foi o Companhia Cazumbá, Boi de Guimarães, show do Grupo Lamparina, Boi de Axixá e, fechando a noite, o batalhão pesado do Boi da Maioba.
Adriano Soares / Na Mira29/06/2019 às 08h17
Boizinho Barrica, em seu espetáculo. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

SÃO LUÍS – A última sexta-feira (28) de festança junina foi de muita alegria, cores e ritmos no Arraial da Maria Aragão, promovido pela Prefeitura de São Luís. Passaram pela festança a Companhia Cazumbá, Boi de Zabumba de Guimarães, Boi de Morros, show do Grupo Lamparina, Boizinho Barrica, Boi de Axixá e, fechando a noite com chave de ouro, o batalhão pesado do Boi da Maioba. O Imirante.com transmitiu, ao vivo, parte da festa.

O mês de junho começa a dar um até breve. Esta é a época mais aguardada pelo maranhense, pois é o momento em que a cultura do Maranhão floresce nos quatro cantos do Estado. Com uma rica diversidade de brincadeiras, ritmos e sotaques, o São João do Maranhão se torna único e motivo de orgulho para seu povo.

O Arraial da Maria Aragão, localizado no coração de São Luís, durante todo o mês de junho, foi um dos palcos de apresentações das mais variadas manifestações folclóricas maranhenses. Nessa sexta-feira (28), a festança foi animada e um público caloroso compareceu ao arraial para prestigiar a festa

A primeira atração a se apresentar no tablado do Arraial da Maria Aragão foi a Companhia Cazumbá, que apresentou seu espetáculo “O Auto do Bumba Meu Boi”, passando por vários pontos de uma das manifestações culturais mais autênticas do Maranhão. “Eu fiquei encantada com a apresentação do grupo. Já tinha ouvido falar deles, mas ainda não tinha visto. Achei bem interessante”, afirma a vendedora Maria Rosário Silva.

Auto do Bumba Meu Boi, com a Companhia Cazumbá. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Sotaque de Zabumba

Quem deu continuidade a programação do Arraial da Maria Aragão, nessa sexta-feira, foi o Boi de Guimarães. O sotaque de zabumba, originário da região do município de Guimarães, é sinônimo de resistência dentro da tradição folclórica maranhense. O boi fez uma linda apresentação, encantando e emocionando o público que esteve presente na praça Maria Aragão. “O sotaque de zabumba é um dos mais lindos para mim. É importante que não se deixe perder esse bem”, declara a professora Ana Lúcia Costa.

Boi de Guimarães é sotaque de tradição e resistência. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Boi de Morros

A terceira brincadeira a se apresentar na noite de sexta-feira, no Arraial da Maria Aragão, foi o Boi de Morros, sotaque de orquestra. Com suas belas toadas e beleza das índias, índios e vaqueiros, o grupo animou o enorme público que esperava ansioso o boi.

Caboclos de fita e vaqueiros do Boi de Morros. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Com uma rotina de apresentações bem intensa, os brincantes do Boi de Morros garantem que é importante ter um bom preparo físico e alimentar para darem conta da temporada junina. “A gente faz tudo isso por amor ao boi e a cultura maranhense. A gente se prepara antes e durante a temporada para conseguir acompanhar o ritmo de apresentações, mas é muito gratificante”, garante Nilson Cerqueira, brincante do Boi de Morros.

Nilson Cerqueira, índio do Boi de Morros. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Show Grupo Lamparina

Logo após, no palco concha, quem se apresentou foi o Grupo Lamparina, que fez um belíssimo espetáculo, ao som de muito forró e ritmos maranhense, fazendo o público se animar mais ainda. Passando pelo bumba meu boi, tambor de crioula, cacuriá e outros, o Lamparina apresentou um repertório pra festeiro nenhum botar defeito. “Aqui já é um esquenta para daqui a pouco a gente já descer pra capela de São Pedro”, afirma Auzira Nunes, assistente administrativa.

Alegria e animação com o Grupo Lamparina. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Boizinho Barrica

Deixa seguir vaqueiro, deixa seguir meu boi… foi assim que o Boizinho Barrica chegou em busca da sua estrelinha, no Arraial da Maria Aragão. Com seu estilo único, o boizinho foi uma das atrações mais aguardadas da noite, encantando o público e abrilhantando a festa. “Eu amo o Barrica, para mim é o mais lindo que existe. Vontade de acompanhá-los em tudo que é arraial”, garante a estuante Melissa Costa.

Toda a beleza do Boizinho Barrica, no Arraial da Maria Aragão. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

A festança continuou

O Boi de Axixá, que completa seus 60 anos em 2019 foi atração seguinte que subiu ao tablado. Comandado por Leila Nava, o Boi de Aixixá mostrou toda a beleza de suas cores, rimo e tradição para o Arraial da Maria Aragão.

Logo em seguida, fechando a noite, já na madrugada deste sábado (29), o batalhão pesado do Boi da Maioba levantou o público ao som de matracas e pandeirões, abrilhantando a festança.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.