Arte e cultura

Exposição de graffiti será aberta nesta quarta (22), em São Luís

A exposição "Riscos & Rabiscos – Cores Urbanas", ficará em cartaz até junho na Galeria Trapiche.
Na Mira, com informações da Assessoria21/05/2019 às 10h48
Exposição de graffiti será aberta nesta quarta (22), em São Luís A abertura da exposição contará com a presença de 17 grafiteiros convidados que farão um ateliê aberto. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS - A arte do graffiti invadirá a Galeria Trapiche Santo Ângelo com a exposição "Riscos & Rabiscos – Cores Urbanas", sendo a 13ª edição da Ocupação Trapiche. A mostra entra em cartaz nesta quarta-feira (22), às 18h30, e fica em cartaz até o dia 21 de junho, das 14h às 18h.

A abertura contará com a presença de 17 grafiteiros convidados que farão um ateliê aberto. A Galeria Trapiche é um equipamento cultural da Prefeitura de São Luís e está localizada na Praia Grande, em frente ao Terminal de Integração.

A exposição é um fragmento do Encontro Nacional de Graffiti "Riscos & Rabiscos", que acontece desde 2012, organizado pelo Coletivo de Graffiti Vírus Urbano, com uma linguagem que se aproxima mais da juventude.

Leia também:

(Re)conhecendo a Amazônia Negra abre exposição nesta quarta (22)

"A mostra faz parte das selecionadas pela chamada pública nacional de ocupação e traz a ideia de distribuir e valorizar a arte visual, através do graffiti. É uma forma de arte ainda muito pouco compreendida e marginalizada, queremos dar oportunidade a todos de conhecer mais sobre ela e apreciar o trabalho incrível destes artistas", destacou a diretora da Galeria, Camila Grimaldi.

As obras trazem elementos pictóricos apresentados por grafiteiras e grafiteiros dos estados do Maranhão, Piauí, Pernambuco, Ceará, Bahia, Pará, Amazonas, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal.

Irão expor os artistas maranhenses Edi Bruzaca, Gudo Soares, Gil Peniel, Cassiano Estevão, Júlia Monteiro, Kdin, BNK, WBS, NSW, Carlos Caju e Smolk. Completando o time de expositores, Tenxu, de Juiz de Fora (Minas Gerais), Musgo (Goiás), Mils, de Fortaleza (Ceará) e Sid, de Lauro de Freitas (Bahia).

"Cada artista irá expor uma obra independente, com diferentes temáticas. Com a arte agregamos um valor provocativo, propondo uma discussão sobre o papel do graffiti em outros meios culturais. Também ampliaremos o debate sobre o universo do graffiti até então desconhecido por muitos, através de oficinas e rodas de conversas ao logo do período de exposição", explicou Edi Bruzaca, representante do Coletivo de Graffiti Vírus Urbano.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.