Crítica

Crítico analisa sétimo episódio da série "True Detective"

Série é estrelada por Matthew McConaughey e Woody Harrelson.
Na Mira07/03/2014 às 08h03

A canção Angel of the Morning, escolhida na jukebox, marca o reencontro de Rust e Martin 17 anos depois da investigação da morte de Dora Lange (cujo nome é um anagrama de Angel Road). Esses detalhes não-acidentais, somados com as cartas de Telios de Lorca e o livro The Pioneer, lido por uma certa paciente no manicômio – mais sobre ela em instantes -, o subtítulo religioso e satanista que rodeia a narrativa e a vida pregressa de Rust, que parece estar em uma jornada de redenção embora não desconfie disso, ratificam o conteúdo que a leitora Lara gentilmente disponibilizou na semana passada (mais sobre isso aqui) e apimentam o penúltimo episódio da primeira temporada de True Detective, entitulado After you’ve gone (ou Depois que você partiu).

Para ler mais desta crítica, acesse o blog Em Cartaz, do Márcio Sallem, clicando aqui.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.