Crítica

Crítico comenta décimo terceiro dia de Mostra Internacional

Entre os filmes, o longa "O que os homens falam".
Em Cartaz01/11/2013 às 07h52

O que os homens falam (Una pistola em cada mano, Espanha), de Cesc Gay - O homem de meia idade, este indivíduo de cabelos grisalhos e às vezes careca, com problemas profundos em lidar com o próprio envelhecimento e a diminuição dos atributos que, a seu ver, conferem-lhe masculinidade – leia-se: causos amorosos e sexuais – é o assunto desta antologia divertida de histórias co-escritas e dirigidas por Cesc Gay, que, apesar do formato, obtém um resultado positivo em aparar as arestas e produzir um trabalho uniformemente bom.

Claro que, quando temos a oportunidade de presenciar Ricardo Darín interpretando um corno manso e consciente e Eduardo Noriega, um cara que namora uma chance concreta de trair a esposa, então podemos, provavelmente, eleger as melhores histórias do compto trazido por Cesc Gay. Entretanto, nada que diminua o apelo das demais, bem-humoradas crises de meia idade atuadas com segurança por um elenco que apresenta ainda Jordi Mollà, Javier Cámara e outros, que põem de escanteio as mulheres somente esta única vez. Ou não; não mesmo.

Clique aqui e leia mais críticas.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.