Patrimônio imaterial

Alunos de escola comunitária participarão do projeto "Tesouros da Ilha"

Sessão de contação de histórias será levada à escola Valdenir Castro, no Bairro de Fátima, nesta quinta-feira (9)

Evandro Júnior / Na Mira

- Atualizada em 09/03/2023 às 08h11
Sessão de contação de histórias é comandada pela artista Camila Reis
Sessão de contação de histórias é comandada pela artista Camila Reis (Foto: Divulgação)

Alunos da escola comunitária Valdenir Castro, no Bairro de Fátima, participam, nesta quinta-feira (9), às 9h, do projeto "Tesouros da Ilha”, capitaneado pela artista Camila Reis, do Laborarte. A sessão de contação de histórias terá como temática a preservação do patrimônio imaterial brasileiro. No dia 16 de março, o projeto será levado à Escola da Pastoral do Menor, na Vila Embratel. 

A ação é uma iniciativa paralela à exposição “Manifestações Culturais do Brasil – A Celebração Viva da Cultura dos Povos”, que permanece em São Luís até o dia 19 de março e apresenta ao público elementos dos 52 bens culturais registrados como patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Nos dias 11 e 18, a ação acontecerá na Casa do Maranhão, no centro histórico da capital. “Queremos falar com e para todos os públicos sobre a riqueza de bens que nosso país tem e consume. Por isso, agora, centramos força na cultura popular, nessa ação nas comunidades. O foco é ampliar a percepção de crianças e jovens sobre o universo do patrimônio cultural”, diz Luiz Prado, idealizador e coordenador de produção.

Com acessibilidade para todos os públicos, a exposição “Manifestações Culturais do Brasil – A Celebração Viva da Cultura dos Povos” é interativa e conta com recursos como legendas em português, inglês, espanhol e braile. 

Além disso, um intérprete de libras faz o acompanhamento e monitoria da visita das turmas que apresentem essa demanda. Há objetos com caráter multissensorial apresentados como elementos facilitadores para a manipulação e a experiência concreta.

O acervo é composto por mais de 800 peças, fotos, vídeos e experiências interativas sobre as manifestações culturais que acontecem de Norte a Sul do país.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.