Fé e devoção

Após dois anos, missa solene de encerramento do Festejo da Conceição volta a ser realizada na Praça Maria Aragão

Celebração ocorrerá a partir das 17h, desta quinta-feira (8), e será presidida pelo arcebispo de São Luís, Dom Gilberto Pastana.

Na Mira, com informações da assessoria

- Atualizada em 07/12/2022 às 17h47
O tema deste ano, “Maria, consoladora dos aflitos”, foi extraído da ladainha de Nossa Senhora e inspirado em trechos bíblicos. (Foto: Divulgação)
O tema deste ano, “Maria, consoladora dos aflitos”, foi extraído da ladainha de Nossa Senhora e inspirado em trechos bíblicos. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - A missa solene de encerramento do Festejo da Conceição 2022 ocorrerá na Praça Maria Aragão, no dia 8 de dezembro, às 17h, e será presidida pelo arcebispo de São Luís, Dom Gilberto Pastana. As homenagens são prestadas por católicos de São Luís e de outros municípios do Maranhão, que manifestam sua devoção à Imaculada e encontram no período do tradicional festejo um tempo de renovação da fé e da espiritualidade. No Santuário Nossa Senhora da Conceição, que fica no bairro Monte Castelo, serão celebradas sete missas, às 6h, 8h, 10h, 12h, 15h, 17 e 19h. 

O tema deste ano, “Maria, consoladora dos aflitos”, foi extraído da ladainha de Nossa Senhora e inspirado em trechos bíblicos que demonstram a intercessão da Mãe de Jesus em momentos de aflição, como aconteceu nas Bodas de Caná. Percebendo que a bebida estava acabando, ela recorreu ao seu Filho e Ele transformou água em vinho, permitindo que a celebração do casamento continuasse. 

“Desde o sim ao projeto de Deus, Maria abriu um novo horizonte de esperança e de alegria para a humanidade. Do céu, hoje, ela intercede por todos os filhos e filhas que estão aflitos, desolados ou enfrentando angústias”, explicou o padre Elinauro Santos, scj, reitor do Santuário Nossa Senhora da Conceição.

A ideia é sensibilizar os devotos e as devotas para que também possam consolar outras pessoas. “Pedimos a ela que nos console e que nos torne consoladores. Muitas pessoas nos procuram e estão marcadas por muitas angústias e aflições. Somos convidados a também consolar esses corações”, destacou o padre. 

O devoto Carlos Magno, morador da Vila Passos, acredita nessa força que vem da Virgem. “Graças a Deus, em tudo de bom que acontece na minha vida, ela sempre passa na frente, me protegendo, me guardando. É por isso que, quando chega o tempo do festejo, se eu estiver trabalhando, venho depois do serviço. Venho de todo jeito, compro camisa, faço doação”, contou o fiel mariano.

Moradora do Anil, a devota Eline de Carvalho trabalha em frente ao Santuário e aproveita as folgas para estar mais próxima da experiência de fé na Casa da Mãe. “Ela para mim é fundamental. Por meio da oração e também pelas graças de Deus, pela intercessão dela, a gente fica bem mais forte e blindado contra tudo. É um alimento espiritual. Não adianta cuidar da saúde sem cuidar da nossa fé, sem esmorecer”, ressaltou. 

Tradição e devoção

A devoção a Nossa Senhora da Conceição é antiga em São Luís. Os registros históricos dão conta de que as festividades para Nossa Senhora da Conceição, na capital maranhense, iniciaram em 1804. O primeiro altar dedicado à santa foi erguido pela irmandade de Nossa Senhora da Conceição dos Mulatos, na lateral da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, na Rua do Egito. Lá, foi depositada a imagem esculpida em madeira vinda de Portugal.

Santuário da Conceição, no bairro Monte de Castelo, em São Luís. (Foto: Divulgação)
Santuário da Conceição, no bairro Monte de Castelo, em São Luís. (Foto: Divulgação)

Programação

Dia de Nossa Senhora da Conceição (Feriado Municipal - Lei Nº 3432, de 06 de fevereiro de 1996)

Missas: 6h (coroação), 8h, 10h, 12h, 15h, 17 e 19h.

Missa Solene na Praça Maria Aragão, seguida de coroação e procissão: 17h

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.