Pergentino Holanda

Carlos Brandão com Afonso Manoel e Helena Duailibe no Palácio

Mais: Aniversário do Sesc

PH

- Atualizada em 21/11/2022 às 07h46
Governador Carlos Brandão entre Afonso Manoel e Helena Duailibe
Governador Carlos Brandão entre Afonso Manoel e Helena Duailibe

O governador Carlos Brandão com Afonso Manoel Ferreira e a deputada Helena Duailibe durante a visita da imagem de Nossa Senhora da Conceição ao Palácio dos Leões

Aniversário do Sesc

Com uma grande festa aberta ao público, o Sesc Maranhão vai celebrar neste sábado, dia 19, os seus 75 anos.

A comemoração será realizada na Praça Maria Aragão, a partir das 16h.

Na programação, atividades para toda a família nas Estações Saúde, Brincriando, Assistência e Cultura.

A partir das 18h, muita música e alegria com diversas atrações artísticas. O evento é gratuito e conta ainda com 500 cadeiras e food trucks.

IML em Bacabal

O deputado Roberto Costa (MDB) defendeu, na sessão plenária de quinta-feira na Assembleia Legislativa, a instalação de uma unidade do Instituto Médico Legal (IML) em Bacabal para atender a região do Médio Mearim.

De acordo com o parlamentar, os moradores dos municípios daquela região, em especial a população de Bacabal, reclamam a inexistência de uma unidade do IML, o que dificulta o trabalho da polícia na resolução de crimes.

Ele ressaltou que, no ano passado, o município de Santa Inês recebeu uma unidade para suprir também as necessidades da região do Alto Turi, o que ainda não ocorreu no Médio Mearim.

Costa afirmou que já conversou com o governador Carlos Brandão sobre o assunto e que o chefe do Executivo Estadual se mostrou disposto a atender à reivindicação.

Duas décadas pela educação

Prestes a completar 20 anos de existência no Maranhão, a Faculdade de Negócios Faene prepara uma programação especial para celebrar a data em 2023.

Tudo está sendo coordenado pelo diretor Ricardo André Carreira, que também é professor da instituição, pois nunca quis deixar as salas de aula.

Dentro dessa programação estarão inclusos depoimentos em vídeo de alunos e ex-alunos que fizeram parte da história da Faene ao longo dessas duas décadas.

Dança é vida!

O Teatro Arthur Azevedo será palco de mais um grande espetáculo. “A vida é um musical” é um passeio pela mente criativa de Rob Marshall, diretor de filmes musicais como Chicago, Nine, Caminhos da Floresta, O Retorno de Mary Poppins e A Pequena Sereia (2023), além de outros sucessos no cinema.

Nos dois dias de espetáculo sobem ao palco 160 bailarinos do Prodanz a partir de três anos de idade. “Estamos com muita expectativa de reunir toda a escola depois de dois anos. Foram alguns meses de preparação com aulas e ensaios. O espetáculo “A vida é um musical” é um espetáculo dinâmico onde você pode apreciar o ballet, jazz contemporâneo, sapateado e teatro musical. É sempre uma emoção levar para o palco a consolidação de um trabalho e a dedicação dos alunos”, destaca Débora Buhatem, Diretora do Prodanz, para quem “A dança é deixar fluir o que existe de mais profundo no seu interior. Quando ocorre a expressão de sentimentos e emoções através dos movimentos, é onde a ‘mágica’ acontece”.

O espetáculo acontece nos dias 26 de novembro, às 20h; e 27 de novembro, às 19h. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria digital on-line e ponto fixo, no Teatro Arthur Azevedo.

Raízes Ancestrais

Em homenagem ao Dia da Consciência Negra (20 de novembro), foi aberta na manhã de ontem, no Espaço de Artes Ilzé Cordeiro, no Centro Cultural do Ministério Público do Maranhão, a exposição coletiva Raízes Ancestrais.

Telas de Tassila Custodes, na técnica ilustração digital, e de Uaatê, além de esculturas em cerâmica e papelão de Jean Charles, Izabel Matos e Guaracy Soares estão em cartaz no local até o dia 30 de novembro. Essa é a terceira exposição realizada pelo órgão em alusão à data.

Nas peças, são retratados aspectos da cultura popular de origem negra, como o tambor-de-crioula; vestimentas étnicas; personagens carnavalescos; além de entidades das religiões de matriz africana.

 

Jacira Haickel posa com o chef Rilson Tiburtino, idealizador da árvore do Blue Tree São Luís Hotel
Jacira Haickel posa com o chef Rilson Tiburtino, idealizador da árvore do Blue Tree São Luís Hotel

 Natal do Blue Tree

Jacira Haickel reuniu sua equipe de colaboradores, na última segunda-feira, para o lançamento oficial do Natal do Blue Tree São Luís Hotel, empreendimento do qual é diretora-geral.

Foi apresentada a árvore de Natal em tom azul numa referência ao nome do hotel.

A propósito, para quem não sabe, Blue Tree é a tradução do nome Aoki para o inglês e significa árvore azul. Aoki é o sobrenome de Chieko, fundadora e presidente do Blue Tree Hotels.

DE RELANCE

Uma voz dentro e fora das quadras

Maria Isabel Barroso Salgado, a Isabel do vôlei, foi mais do que uma atleta extraordinária.

Ontem, na cerimônia de despedida à ex-jogadora, que morreu aos 62 anos, na última quarta-feira, em São Paulo, o país deu adeus a uma mulher que quebrou paradigmas.

Isabel foi uma pioneira, em todos os sentidos. Ela integrou a primeira equipe olímpica do voleibol feminino do Brasil, em Moscou, foi a primeira brasileira da modalidade a atuar no Exterior e ainda abriu caminho para as gerações de ouro do vôlei de praia.

Um exemplo de mãe

Muito além das conquistas esportivas, Isabel provou que era possível ser mãe e atleta ao mesmo tempo.

Ao longo de uma década, nos anos de 1980, conciliou grandes competições com três gestações – isso depois de já ter disputado um mundial com a primogênita a tiracolo, em 1978. Sofreu preconceito, sim, mas não só seguiu em frente como inspirou outras mulheres e se tornou uma referência.

Isabel foi, também, uma voz poderosa dentro e fora das quadras. Certa vez, em um jogo entre Brasil e Japão, em São Paulo, a torcida insultou as jogadoras adversárias. Indignada, Isabel tomou o microfone e, diante de milhares de pessoas, pediu respeito. Simples assim.

Em tempo: a cerimônia de despedida de Isabel no cemitério e crematório da Penitência, no Caju, região portuária do Rio de Janeiro, terminou ao som de Não Quero Dinheiro (Só Quero Amar), de Tim Maia, entoada pelos familiares e amigos que acompanharam o cortejo da capela até o prédio em que o caixão foi encaminhado para cremação.

O design está de luto

O design brasileiro está de luto com a morte, na quarta-feira, em São Paulo, do arquiteto e designer Fernando Campana, aos 61 anos.

Ao lado do irmão Humberto Campana, Fernando alcançou reconhecimento internacional pelo design de mobiliário e peças autênticas. Juntos, fundaram o Estúdio Campana em 1984, em São Paulo. Durante décadas, foram responsáveis por marcar o pioneirismo do “design disruptivo”.

“Profundamente enraizado na cultura e nas tradições brasileiras, seu trabalho carrega em seu cerne valores universais, como a liberdade e a dignidade humana, criando sua identidade por meio de experiências de vida”, detalha a página oficial do estúdio sobre o legado dos irmãos.

Fernando e Humberto sempre procuraram incorporar a ideia de transformação e reinvenção no processo criativo, elevando os materiais do cotidiano à nobreza. Nas peças criadas, eles buscaram trazer à tona características brasileiras, como a abundância e a mistura de cores.

O design está de luto...2

Conhecida como "Irmãos Campana", a dupla investiu na produção de edições limitadas e peças únicas, que hoje estão expostas em acervos permanentes de renomadas instituições culturais, como Centre Pompidou e Musée Des Arts Décoratifs, de Paris, MoMa, de Nova York, Museu de Arte Moderna, de São Paulo, e Vitra Design Museum, de Weil am Rhein.

Fernando e Humberto estão atualmente listados entre os principais arquitetos do mundo na Interni (2018). Em 2015 e 2014, a Wallpaper os classificou, respectivamente, entre os cem mais importantes e os 200 maiores profissionais do design.

Em 2013, foram listados pela revista Forbes entre as cem personalidades brasileiras mais influentes.

Em 2009, eles fundaram o Instituto Campana, com a missão de preservar o crescente acervo para as gerações futuras e promover o design como ferramenta de transformação social por meio de programas culturais e educacionais.

Flávia Mota e a produtora de eventos Anna Sousa Motta na festa de aniversário da primeira, embalada pela banda Dois é Bom, na Casa Terra, no Olho d’Água
Flávia Mota e a produtora de eventos Anna Sousa Motta na festa de aniversário da primeira, embalada pela banda Dois é Bom, na Casa Terra, no Olho d’Água

Para escrever na pedra:

“Viva hoje! Arrisque hoje! Faça hoje! Não se deixe morrer lentamente! Não se esqueça de ser feliz... Feliz... Arriscar a fazer, para Viver Feliz!” De Pablo Neruda.

TRIVIAL VARIADO

Sob fogo cruzado e desconfiança do mercado, o ex-ministro Guido Mantega, um dos principais nomes do pensamento petista sobre a economia, pediu para deixar a equipe de Lula na passagem de governo.

Declarações do próprio presidente eleito relativizando a responsabilidade fiscal tiveram reflexo negativo na bolsa e foram alvo de carta assinada por economistas preocupados com o tema

O município de São Luís está iniciando a aplicação da 5ª dose da vacina contra a covid-19 para pessoas com mais de 60 anos, mas um dado chama a atenção. Pouco mais de 50% da população elegível já buscou os postos de saúde para tomar a quarta dose, o que aumenta os riscos de uma nova onda da doença.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.